Dá-me um Cornetto [Gelato Boutique]

Quando você adora sorvetes e escuta que pertinho da sua casa abriu uma sorveteria com um gelato premiado em um concurso Mundial que acontece na Itália o que você faz? Claro, corre prá conhecer!

Eu não tenho uma sorveteria predileta; tenho sabores prediletos. Nenhuma, até agora, conseguiu conquistar meu coração gelato! Amo de paixão o sorvete de leite da Bacio di Latte, mas não consigo tomar outro de pistache que não seja o da Le Botteghe de Leonardo. O de açaí, só mesmo da Dri Dri e Cuordicrema, da Cuor di Crema, claro!

Mas não dava para aguentar mais a expectativa de provar um sorvete cremoso feito com o melhor do café (CoffeeLab, da Isabella Raposeiras) e suco e raspas de limão tahiti. Me lembrou a época que os restaurantes serviam o cafezinho com uma casquinha de limão! É… o tempo passa para todos nós!

Numa linda esquina da Rua Pamplona...

Numa linda esquina da Rua Pamplona…

Alguém viu Alice po aí?

Alguém viu Alice po aí?

A Gelato Boutique fica numa esquina da Rua Pamplona e a Alameda Itu, onde antes havia uma loja feia e abandonada. Ponto positivo. Revitalizou a esquina e trouxe um ar de Alice no País das Maravilhas para a loja. Com um pé direito triplo a loja é toda enfeitada e nos transporta para um mundo doce e cheio de fantasias. E assim também são os sorvetes.

Um troféu no meu copinho: Caffè Lime e AmmaPassione: Sabores premiados no Firenze Gelato Festival

Um troféu no meu copinho: Caffè Lime e AmmaPassione: Sabores premiados no Firenze Gelato Festival

O carro chefe da casa é o Caffè Lime, sorvete que ganhou o prêmio de melhor do mundo no Firenze Gelato Festival de 2013. Combinei esta delícia com o tão delicioso quanto AmmaPassione, chocolate AMMA, maracujá e nibs de cacau. Todas estas combinações saem das mãos da mestre gelatiere, Marcia Gabin; chef de cozinha formada pela Cordon Bleu, que foi se aperfeiçoar na arte do gelato na Gelato University em Bolonha.

Iogurte com Damasco e TuttiFrutti. Sabores menos exóticos, mas não menos sensacionais!

Iogurte com Damasco e TuttiFrutti. Sabores menos exóticos, mas não menos sensacionais!

Para os paladares menos exóticos e mais infantis, o sabor TuttiFrutti é a pedida certa: todas as frutas com gosto de pomar, de infância. Nada de chicletes Ping Pong!!! Há ainda Chocolate Belga, Baunilha 360, com 3 tipos de favas, Miele e outros sabores que se revezam diariamente no balcão. Mas não espere nada convencional. O gelato ali é pura arte!

2 ou 3 sabores em cada copinho

2 ou 3 sabores em cada copinho

Alguém, realmente, adorou a casquinha feita na casa. Na medida de açucar e sem aquele gosto enjoativo de baunilha!

Alguém, realmente, adorou a casquinha feita na casa. Na medida de açucar e sem aquele gosto enjoativo de baunilha!

Além dos gelati que podem ser pedidos em 3 tamanhos (R$ 10,00, R$ 12,00 e R$ 14,00), respectivamente, em copinhos ou casquinhas feitas diariamente na casa, há café espresso muito bem tirado, um pãozinho de canela úmido e macio, crostata e outras sobremesas.

Um ponto a acertar: atendimento mais eficiente.

Um ponto a acertar: atendimento mais eficiente.

Somente um ponto a comentar: o serviço, apesar de muito atencioso – as meninas são muito simpáticas e sorridentes – foi falho. Ficamos mais de 10 minutos para conseguir por as mãos nestas delícias. E lá dentro estava bem quente já que o sol bate direto nos janelões de vidro!

Gelato Boutique

Rua Pamplona, 1023 – Jardins

Há uma filial no Shopping Cidade São Paulo

Momentos de Paixão e Aventura! [Bolo de Maracujá com cobertura de falsa mousse]

Notei que ultimamente tenho postado muitas receitas doces, principalmente de bolos. Não é porque meu “sweet tooth” resolveu predominar na minha cozinha, não. Confesso que ainda prefiro as receitas salgadas e que me considero muito crua na parte de confeitaria.

Mas com a correria das últimas semanas está difícil preparar uma refeição que não seja um mexidão dentro de uma panela só, sem medidas nem receita, só mesmo para alimentar o corpo… Meu marido e meu filho, meus grandes fãs, não deixam de elogiar até mesmo estes panelões e querem me convencer de que eu deveria ter um blog “A cozinha do McGyver”. Mas com os projetos da última temporada da minha vida o que quero mesmo são férias!!! E por falar nelas… Sexta-feira embarco para uma grande aventura na minha vida de cozinheira. Então não deixe de seguir por aqui e no Instagram do Gastronomia&+ toda essa aventura.

Por enquanto, delicie-se com esta receita. Eu continuo aqui, apaixonada pelas receitas de bolo que levam iogurte. Ficam fofinhos e úmidos e este, especialmente, por conter maracujá fica ligeiramente mais ácido. Um bolinho para se aventurar e se apaixonar.

Bolinhos de Maracujá com cobertura de Falsa Mousse (Serve 12 bolinhos)

Quem não se apaixona por este delícia?

Quem não se apaixona por esta delícia?

Ingredientes:

3 ovos grandes, preferencialmente orgânicos

170gr de iogurte (1 pote)

a mesma medida do copo de iogurte de óleo vegetal (usei canola)

1 e 1/2 xícaras de açúcar (eu usei somente 1, mas ficou bem azedinho)

2 e 1/4  xícaras de farinha de trigo para bolo*

1 colher de sopa de fermento químico

Polpa de 1 maracujá azedo grande com as sementes, equivalente 1/4 de xícara

Para a “mousse”:

6 colheres de sopa de leite condensado

6 colheres de sopa de suco de maracujá com as sementes.

Resultado de um domingo de feira...

Resultado de um domingo de feira…

Modo de Preparo:

Aqueça o forno a 180 graus.

No liquidificador coloque os ovos, iogurte, óleo e o açúcar e bata em velocidade média por 2 minutos até obter uma mistura bem aerada. Desligue o liquidificador e junte a polpa do maracujá sem bater.

Em uma tigela peneire a farinha de trigo para bolo e o fermento; peneirar a farinha faz com que ela fique mais aerada e deixará o bolo mais leve. Junte a mistura líquida à mistura de farinha aos poucos e vá incorporando com uma espátula mexendo de baixo para cima.

Despeje a mistura em 12 mini forminhas de bolo inglês (6 x 9 4cm) untadas com manteiga e enfarinhada. Ou você pode usar uma forma de bolo comum ou  2 formas de bolo inglês de 18,5 x 6 x 5,5cm.

Leve ao forno e asse por 35 minutos ou até que o bolo esteja dourado e bem assado. Faça o teste do palito. Caso utilize uma forma única deixe assar por 45 minutos. Deixe os bolinhos esfriarem sobre uma gradinha e desenforme-os já frios.

Para a cobertura de “mousse” misture o leite condensado com o suco de maracujá até que coalhe. Cubra os bolinhos e enfeite com as sementes de maracujá!

Cobertura de falsa mousse para arrasar!

Cobertura de falsa mousse para arrasar!

DICAS:

  1. * Para fazer sua farinha de bolo: para cada xícara de farinha de trigo, substitua 2 colheres de sopa de farinha contida na xícara por amido de milho. Isto te dará um bolo mais leve e fofo porque conterá menor quantidade de glúten;
  2. Se quiser também pode fazer uma cobertura de casquinha de açúcar de confeiteiro com água e maracujá. Para cada xícara de açúcar coloque 1/2 colher de sopa de suco de maracujá e 1/2 colher de sopa de água fervente e vá testando a espessura desejada, adicionando mais água, se necessário.

Atire o primeiro brownie quem nunca comprou Nutella®! Outch!! [Brownie de Nutella – 2 Ingredientes]

Tenho um segredo para confessar: Nunca havia comprado Nutella® antes na minha vidaaaa.

Sim, já comi em outros lugares, mas nunca havia comprado. Parece loucura, mas é verdade. Aqui no blog só tem 1 outra receita que leva Nutella®. E me lembro bem: Ganhei o creme de uma amiga que me pediu para fazer esta torta de Nutella® para um evento no Natal…

Mas já faz tempo que tenho visto um montão de gente compartilhando uma receita muito fácil de brownie que leva somente 2 ingredientes: ovos e Nutella®. Ué?, você pode pensar. Mas e a farinha? E o fermento, açúcar, gordura? O que ninguém compartilhou é o porquê desta receita ser tão simples. A resposta está no rótulo do pote de Nutella®. Na verdade, dentro do pote! Toda a gordura e o açúcar necessário para fazer um bolo – ou brownie – está ali. A estrutura final e a leveza são dadas pelos ovos. Voilà! Mistério resolvido? Só não vou contar a quantidade de gorduras, açucares e calorias que tem nestas fatias! Mas não importa. Para um dia cinza e chuvoso, vale cada mordida!

Brownie de Nutella® (Serve 15 quadradinhos de 5cm x 5cm)

A textura desse brownie é inexplicável... Quase um fudge!

A textura desse brownie é inexplicável… Quase um fudge!

Ingredientes:

4 ovos grandes, preferencialmente orgânicos

1 xícara de Nutella® (um pouquinho menos de 1 pote de 350gr – não caia na tentação de colocar o pote todo. Já testei e não funciona. Química na cozinha!!!) 😉

Modo de Preparo:

Pre aqueça o forno a 180 graus.

Coloque os ovos na tigela da batedeira e bata em velocidade baixa por 2 minutos. Suba para velocidade média e continue batendo até que se tornem leves e fofos com uma coloração amarelo pálida. Aumente a velocidade para alta e bata até que os ovos estejam firmes e o volume tenha triplicado. Isso deve levar de 6 a 8 minutos. Quanto mais você bater menos gosto de ovo o seu bolo terá e mais aerado e a textura será mais leve. Lembre-se: não há fermento nesta receita. São os ovos que farão seu brownie crescer!

Sim! Só ovos e Nutella!

Sim! Só ovos e Nutella®! E adivinhem o que tem na lista de compras agora??!!

Enquanto bate os ovos, meça 1 xícara de Nutella® e transfira  para uma tigela que possa ir ao microondas. Aqueça por 1 minuto, parando a cada 15 segundos, para mexer e não queimar. Ela deverá ficar mais líquida, porém ainda cremosa.

Com a batedeira em velocidade baixa, coloque-a na mistura de ovos usando uma espátula. Continue misturando até que toda a Nutella® seja adicionada e esteja bem misturada aos ovos.

Desligue a batedeira e certifique-se de que a mistura esteja homogênea raspando o fundo da tigela de baixo para cima, com cuidado para não perder o ar.

Forre uma assadeira (eu usei uma pequena de 24cm x 14cm) com papel manteiga. Isso ajudará a desenformar já que o brownie ficará com esta textura bem macia de fudge.

Leve ao forno por 25 a 30 minutos. Os brownies estarão prontos quando se formar uma casquinha opaca, mas ainda molinho no meio.

Casquinha sequinha e opaca significa que está pronto!

Casquinha sequinha e opaca significa que está pronto!

Retire o papel manteiga da assadeira e coloque sobre uma gradinha para esfriar por completo. Tranque-se no banheiro se for preciso resistir à tentação!! 😉

Para cortar fatias bem perfeitas e lisinhas utilize uma faca afiada aquecida com água bem quente!

Brownie e cappuccino gelado para aliviar a tarde cinzenta!

Brownie e cappuccino gelado para aliviar a tarde cinzenta!

DICAS:

  1. Para um brownie mais firme utilize apenas 2 ovos e adicione 1/2 xícara de farinha de trigo peneirada à mistura de ovos, antes da Nutella®.
  2. Você pode acrescentar nozes ou castanhas a esta preparação. Mas a beleza da receita é a sua simplicidade e o puro gosto de Nutella®!!!!
  3. O brownie dá uma leve enrugadinha quando esfria. É normal. Não se desespere e comece a fazer outro. Ah não ser que… 😀

Bolo da Casa Encantada [Bolo de Abóbora com Coco]

Hoje fiz algo que nunca faço. Não faço posts aos domingos, mas aqui estou eu…

Domingo é o dia que estamos todos em casa, todos juntos e sempre fazendo algum programa em família. Mas desde que vi um bolo de abóbora com coco do blog A Casa Encantada da querida Ariana, não sosseguei. Fiquei pensando no bolo, no sabor, na textura. Aquele doce de abóbora com coco que tanto comi na infância em forma de bolo; molhadinho, doce e melecadinho!

Não deu outra. Como domingo é dia de feira por aqui já comprei abóbora e ovos orgânicos e caipiras e me certifiquei de que tinha os demais ingredientes. Pedi licença para os meninos daqui de casa – aproveitei que o Santos estava ganhando do Palmeiras e os olhos estavam voltados para a TV – e rapidinho fiz o bolo, fotografei, editei (é… não basta cozinhar, agora. Tem que saber fotografar, também… :/ ) e fiz um chá de bonecas só para mim com um bolo e chá, ambos quentinhos!

Bolo de Abóbora com Coco – adaptei um tiquinho a receita (Serve 1 bolo grande 24cm, 16 fatias)

Chá de Bonecas com gosto de infância

Chá de Bonecas com gosto de infância

Ingredientes:

4 ovos, claras e gemas separadas

4 colheres de sopa de óleo de coco, ou óleo vegetal suave

1 e 1/2 xícaras de açucar mascavo (a receita original pede 2 xícaras açucar demerara, mas eu não tinha e como caramelizei a abóbora no forno resolvi diminuir um pouquinho a quantidade)

630gr de abóbora de pescoço cozida e amassada (eu assei a abóbora em forno a 200 graus para aproveitar melhor seus açucares. Ela carameliza e fica muito mais saborosa)

Assar a abóbora ressalta o seu sabor!

Assar a abóbora ressalta o seu sabor!

1 xícara de farinha de trigo integral

1 xícara de amido de milho

1 xícara de coco ralado seco

1/2 de colher de chá de cravo em pó

1 colher de sopa de fermento químico em pó

Modo de Preparo:

Pre aqueça o forno em 180 graus.

Na batedeira, bata as claras em neve e reserve. Em outra tigela, bata as gemas com o óleo de coco. Acrescente aos poucos o açúcar, a abóbora cozida e amassada. Bata bem até ficar homogêneo. Peneire a farinha, o amido, o cravo e o fermento nesta mistura e misture em velocidade baixa até incorporar. Acrescente as claras em neve e misture delicadamente, sem bater para não perder o volume.

A caminho do meu sonho...

A caminho do meu sonho…

Coloque em uma forma de buraco untada com o próprio óleo e farinha integral e leve para assar por 45 minutos ou até que, ao inserir um palito no meio do bolo este saia limpo.

Deixe esfriar sobre uma gradinha para poder desenformar. Se aguentar espere esfriar. Se não, coma quentinho, mesmo!

Molhadinho, fofo e melecadinho!

Molhadinho, fofo e melecadinho!

DICAS:

  1. As abóboras moranga e cabotcha também servem para esta receita;
  2. Caso não encontre cravo em pó pode usar canela se quiser. Mas o cravo deixa o bolo ainda mais parecido com o doce! Só faltou mesmo aquela calda açucarada por cima 😉

Café da Manhã de Sobremesa! [Rabanadas Brûlèe]

Nestes dias de preguiça – feriado – o que menos queremos é ir para a cozinha…

Eu, na verdade, aproveito para fazer bagunça, sujar panelas e testar um monte de receita já que não estou naquela agenda frenética de trabalho, escola, casa, marido, filho… Assim dá para acender o forno e ficar horas esperando por um prato sair. Mas quem, além de doida aqui,  quer gastar o preciso momento de descanso na cozinha?? Isto mesmo: ninguém! Mas como é feriado, também não vale ficar sem um docinho pós refeição. Afinal, é feriado!! 😉

A não ser que seu vizinho de porta seja o dono da Bacio di Late, e te presenteie com o delicioso sorvete de chocolate de Ghana, você tampouco quer viver dos sonhos da padaria… Foi pensando nisso e na ultra preguiça da manhã que me fez ficar de pijamas até quase o meio-dia que resolvi dividir com vocês esta receita de rabanadas. Esta receita é deliciosa, reaproveita umas fatias de pão esquecidas no armário e causa a maior impressão. Além de ser um coringa para um café da manhã mais tardio ou uma sobremesa após o almoço.

Rabanadas Brûlèe (Serve 4)

Sobremesa ou brunch. Um prato muito versátil!

Sobremesa ou brunch. Um prato muito versátil!

Ingredientes:

3 ovos grandes, preferencialmente orgânicos

1 xícara de leite integral

1/2 xícara de creme de leite

2 colheres de sopa de Cointreau (ou rum)

1 colher de chá de essência de baunilha

pitada de noz moscada

pitada de sal

4 fatias de pão amanhecido de 2cm de espessura (eu usei um brioche de nozes e figo seco que tinha congelado, mas qualquer pão servirá. Aproveite e congele os croissants, brioches e baguetes que sobrar)

1/2 xícara de açucar mascavo

4 colheres de sopa de manteiga sem sal, derretida

Este é o broche que usei, pois já estava disponível na minha geladeira. Mas qualquer pão amanhecido servirá muito bem!

Este é o brioche que usei, pois já estava disponível na minha geladeira. Mas qualquer pão amanhecido servirá muito bem!

Modo de Preparo:

Em uma tigela, misture com um fuet ou garfo os ovos, o leite, creme, o licor, baunilha, a noz moscada e o sal.

Coloque as fatias de pão em um pirex ou assadeira de bordas altas e regue com o creme de ovos. Cubra com filme plástico e deixe na geladeira por pelo menos 4 horas ou de preferência durante a noite. Vire as fatias uma vez para que absorvam todo o líquido. Isto pode ser feito na metade do tempo ou cerca de uma hora antes de assar, o que for mais conveniente.

Uma noite bem dormida faz toda a diferença para as rabanadas!

Uma noite bem dormida faz toda a diferença para as rabanadas!

Aqueça o forno a 180 graus.

Em uma tigela, misture o açúcar mascavo e a manteiga. Despeje a mistura em uma assadeira e espalhe bem em uma camada uniforme.

Coloque as fatias de pão sobre esta mistura e leve ao forno para assar. Asse por cerca de 25 minutos, ou até que o pão esteja sequinho e com um tom dourado e a mistura de açúcar e manteiga esteja borbulhando.

Olha só esta casquinha caramelizada. Hummm

Olha só esta casquinha caramelizada! E o centro está deliciosamente esponjoso!

Se for comer para o café da manhã sirva com um delicioso cappuccino. Se for a sobremesa, uma bola de sorvete derreterá na medida certa! Eu ainda coloquei umas casquinhas de laranja confitadas que eu tinha na geladeira para combinar com o CointreauPhyna!

Décadence avec Élégance!!

Décadence avec Élégance!!

DICAS:

  1. Esta sobremesa poderá ser feita em uma travessa grande e não em fatias individuais, como um pudim de pão.
  2. Você poderá acrescentar outros sabores, como canela, cardamomo, cravo à mistura de leite e ovos.