Energia para começar o ano [Trufas de Tâmaras]

Acho que eu errei nos bolinhos que preparei esta manhã… O céu está desabando aqui em casa e a receita certa para hoje seriam deliciosos bolinhos de chuva. Mas quem poderia imaginar? Nem a mocinha da previsão do tempo conseguiu prever esta chuva!

Melhor assim; água para a cidade, energia para a lancheira. Estava buscando alguma receita que eu pudesse mandar para o lanche do meu filho, mas que ele quisesse comer sem voltar com a guloseima intacta, pois “a galera agora só come na cantina”. Por mais que a escola esteja tentando transformar o lanche da cantina em “saudável” não dá para todo dia depender das escolhas de uma criança de 10 anos.

Me deparei com esta receita de um site que adoro e já falei várias vezes aqui, o Food52. Além de super rápida de fazer pois não precisar cozinhar, fica bem bacana e é uma opção a mais para os snacks durante o dia. Dá para levar para o trabalho e comer de sobremesa  no lugar daquele brigadeiro que fica no balcão do restaurante a quilo implorando para ser comido! Não que eu ache que estas bolinhas substituam o brigadeiro, mas desempenham um importante papel para matar a larica por doces!!

Boa ideia também é comê-las antes de um treino na academia. Vai te dar muita energia para queimar as calorias extras!

No fim, preparar esta receita no lugar dos bolinhos de chuva foi uma excelente ideia. Serviu para a família toda!

Trufas de Energia (rende, aproximadamente 24 bolinhas)

Doce e saudável na medida certa!

Doce e saudável na medida certa!

Ingredientes:

1 xícara de tâmaras sem caroço, picadas grosseiramente

1 xícara de castanhas (eu usei nozes e castanha de caju)

2/3 de xícara de coco ralado (não adoçado, de preferência)

1 colher de sopa de gergelim torrado (pode-se usar semente de linhaça)

2 colheres de sopa de semente de girassol

1 colher de sopa de sementes de chia

1 colher de chá de canela em pó (opcional)

2/3 de xícara de manteiga de amendoim (eu usei uma manteiga de amendoim e amêndoas que comprei em uma viagem, mas você pode usar qualquer uma que não seja doce)

Salgadinha e cremosa, esta manteiga de amendoin e amêndoas deu um toque espcial na receita

Salgadinha e cremosa, esta manteiga de amendoin e amêndoas deu um toque espcial na receita

1 pitada de sal

2 colheres de açúcar mascavo ou mel, ou maple syrup ou agave

1/3 de xícara de cranberry passa (ou uva passa, caso não encontre)

Coco ralado para enrolar (opcional)

Um pouco do que houver na despensa...

Um pouco do que houver na despensa…

Modo de Preparo:

No processador de alimentos (eu usei o Thermomix) processe as tâmaras até obter uma pasta. Esta será a estrutura da massa. Acrescente as castanhas e triture no modo pulsar para que não fiquem muito picadas. Acrescente os demais ingredientes e processe até obter uma massa modelável, mas pedaçuda.

Coloque em uma tigela e, com as mãos, termine de misturar bem. Se a mistura estiver muito seca adicione uma colher de chá de água até chegar na consistência desejada. Ou se estiver muito mole acrescente mais castanhas trituradas. Com as mãos levemente molhadas faça bolinhas de aproximadamente 3 cm de diâmetro, um pouco maior que um brigadeiro. Se quiser passe no coco ralado. Podem ser guardadas na galeria, em pote hermético, por até 1 semana. Se conseguir durar tanto!

Doce e saudável na medida certa!

Doce e saudável na medida certa!

DICAS:

  1. Esta receita, como a granola, é muito versátil e todos os ingredientes podem ser substituídos mantendo a mesma proporção;
  2. Substitua a canela por raspinhas de casca de laranja e uma pitada de gengibre moído. Fica um picante delicioso!
  3. Caso queira preparar a manteiga de amendoim em casa sugiro esta receita, pois é infalível!

Volta às aulas. Alegria para as mães. Será?

As aulas voltaram. Quanta alegria! Mães respirando aliviadas pois seus pequenos voltam a rotina de dormir cedo, ter regas com video games e nos deixam liberadas para aquele cafezinho com as amigas ao invés de ficar horas no sol chutando bola no parque!

Eu confesso que adoro a temporada de férias e o tempo que passo com meu filho. Fazemos programas bem diversificados e ele respeita muito as minhas vontades de passear na feira ou na Casa Santa Luzia. Na maioria das vezes até me acompanha. Lógico que com uma pequena barganha: “mãe… tô com uma vontade de comer casquinha de siri!”. E lá vai a mãe!

Mas, se você como eu é mãetorista, mãelogística, trabalha, corre o dia todo, se vira nos 30 e no final do dia ainda tem que chegar em casa e pensar no jantar, essa alegria de volta as aulas acaba logo! Era tão mais fácil pizza e hambúrguer liberados… 😉

Mas nem tudo está perdido. Existem pratos super rápidos, deliciosos e que ainda enfrentam bem estes dias de verão e a fome voraz após a escola. Com um pouquinho de planejamento e criatividade o jantar estará na mesa em questão de minutos!

Esta receita de hoje além de se encaixar nesta categoria te dará a maior moral como a sushimãe da noite!!!

Atum com Crosta de Gergelim  (Serve 4)

Praticidade, sabor e leveza!

Praticidade, sabor e leveza!

Ingredientes:

3 colheres de sopa de molho de soja

3 colheres de sopa de mirin

1 colher de sopa de vinagres de arroz

1 colher de chá de wasabi em pasta

2 colheres de sopa de gergelim branco torrado

2 colheres de sopa de gergelim preto

2 colheres de sopa de azeite de gergelim

2 filés de atum de aproximadamente 300gr cada com espessura de 3cm (compre um atum qualidade sashimi)

200gr de folhas verdes baby (eu usei roxa, frisé, agrião e beterraba)

8 rabanetes baby cortados ao meio

1 pepino japonês finamente fatiado

Presente inesquecível da minha grande amiga Carol!

Presente inesquecível da minha grande amiga Carol!

Modo de Preparo:

Em uma tigela coloque o molho de soja, mirin, vinagre de arroz e wasabi e misture bem até dissolver todo o wasabi. Reserve.

Em um prato fundo que caibam os filés misture os dois tipos de gergelim. Pincele os filés de atum com 1 colher do azeite  e coloque sobre os gergelim para formar uma crosta. Eu juro esta é a parte mais difícil da receita!

Aqueça um frigideira e acrescente o restante do óleo de gergelim. Quanto estiver esfumaçando coloque o filé de atum, um de cada vez, e grelhe por 30 segundos de cada lado. Caso prefira um pouco mais “passado” deixe por 1 minuto cada lado.

Retire o filé da frigideira e deixe descansar sobre uma tábua de corte por 2 minutos. Enquanto isso arrume a salada nos pratos de serviço, acrescente os rabanetes e o pepino. Fatie os filés em lâminas de 1 cm. Utilize uma faca bem afiada para este trabalho para deixar as fatias com cara de sashimi! Coloque as fatias sobre a salada e regue com o molho reservado.

Bom apetite! 頂きます!

E a mãe ainda vira sushimãe

E a mãe ainda vira sushimãe

DICAS:

  1. Salmão também pode ser usado no lugar do atum, mas cheque a procedência!
  2. Aqui tem uma outra receita muito rápida e que agrada muito!

Eu não inventei a roda, mas a ideia foi boa! [Quiches no Cogumelo]

Há dias em que a criatividade passa longe da minha cozinha. Isso acontece com a escrita, também. Bloqueio criativo. Para isso leio livros, folheio revistas e fuço em blogs que eu acho que podem me inspirar. Desta vez, nada…

Resolvi, então fazer um passeio que adoro: ir a feira. Apesar de não precisar comprar nada precisava mesmo ver, pegar, olhar, cheirar. Adoro a diversidade nas barracas, coisa que não se vê nos supermercados. Lá é um colorido sem fim, uma alegoria digna dos carros Abre-Alas de Carnaval. Aqui, tudo é verde: o mamão é verde, a alface é verde, a maçã é verde, a pera é verde…

Pelas andanças na feira encontrei cogumelos Portobello gigantes; algo que eu não via há muito tempo. E inspirada pelo post dos G-BOMBS não hesitei em comprar logo meia dúzia!!! Por ter um sabor mais acentuado a terroso este cogumelo substitui muito bem a carne. Muitas receitas vegetarianas sugerem grelhar e substituir o bife nosso de cada dia. Ou até acrescentar queijo e virar um delicioso X-Burger. É mesmo uma boa opção!

Os cogumelos da esquerda são ideais para rechear pois tem as bordas altas. E os da direita viram um delicioso "hambúrguer".

Os cogumelos da esquerda são ideais para rechear pois tem as bordas altas. E os da direita viram um delicioso “hambúrguer”.

Mas eu queria mais. Até porque precisava de uma receita para postar aqui! 😉 Pensei em recheá-los, algo bem comum para cogumelos, pois funcionam muito bem como uma tigelinha para o recheio e… Bingo!

“Quiche” de Brócolis e Queijo Gouda (6 mini quiches)

Quem não tem cão, caça com "cogumelo"!

Quem não tem cão, caça com “cogumelo”!

Ingredientes:

6 cogumelos Portobello (tente comprar os que tenham uma cavidade maior e a borda mais grossa para segurar o recheio)

3 colheres de sopa de azeite de oliva

2 dentes de alho, picadinhos

1 cebola pequena, picadinha

1 cabeça de brócolis ninja, bem picadinha, talos inclusive

2 ovos grandes, de preferência orgânicos

300 ml de creme de leite fresco (pode-se usar o de caixinha)

1 xícara de queijo Gouda ralado

sal, pimenta do reino e noz moscada moída na hora, a gosto

Modo de Preparo:

Pre aqueça o forno a 180 graus. Limpe bem os cogumelos com uma escovinha ou papel toalha. Corte o cabo o mais rente possível com cuidado para não danificá-los. Se os cogumelos forem muito curvados faça também um pequeno corte no parte superior para deixa-los estáveis na assadeira. Pincele com azeite de oliva, coloque em uma assadeira com a cavidade virada para cima e leve ao forno por 15 minutos.

Em uma frigideira, acrescente o restante do azeite de oliva, junte o alho e a cebola e refogue até murchar, uns 3 minutos. Adicione o brócolis e salteie por 2 minutos. Ele terminará de cozinhar no forno.

Fonte de vitamina C, os talos darão textura ao recheio.

Fonte de vitamina C, os talos darão textura ao recheio.

Misture os ovos com o creme de leite e o queijo e tempere a gosto, lembrando-se que o queijo já é salgado.

A esta altura os cogumelos já devem estar pré assados. Retire-os do forno e recheie com 4 colheres de sopa do refogado de brócolis e complete com o creme de ovos. Cuidado para não vazar. Repita com os todos os cogumelos.

Retorne ao forno e asse por 20 minutos ou até que o recheio esteja firme e gratinado.

Tenha uma Feliz Meatless Monday!

Tenha uma Feliz Meatless Monday!

DICAS:

  1. Se não quiser usar somente creme de leite na preparação substitua 50% por leite desnatado. Mas cuidado redobrado ao rechear os cogumelos pois o recheio estará mais líquido;
  2. As quiches são preparações muito versáteis. Aqui cabe qualquer recheio. Use a criatividade!!
  3. Neste link da PMSP é possível encontrar a feira livre mais próxima http://www9.prefeitura.sp.gov.br/secretarias/sdte/pesquisa/feiras/

Quando a vida é cheia de som e fúria, a comida pode ser Fast!

Há exatos 9 dias eu escrevi este post aqui divagando sobre a vida e como ela tem um fim e a sensação deste fim estar próximo…

(Parênteses)
Peço desculpas por não ter escrito por aqui nestes últimos dias, 
não ter postado dicas para o seu fim de semana, nem muitas 
receitas para o seu Natal, nem ao menos te desejado Feliz Natal. 
Mas você vai entender o porquê. 

Voltando ao tema da vida passar rápido, hoje escrevo para contar que ela passa rápido, tem um fim, mas só acaba quando chega este fim. Então, siga em frente porque atrás vem gente e esta gente pode estar procurando por você!!!

Foi o que aconteceu comigo. Eu já estava colocando as barbas de molho para curtir o meu fim de ano bem tranquila e sem muitos planos quando duas notícias maravilhosas chegaram!

A primeira, foi um super presente de Natal antecipado. Uma viagem muito bacana para Milão na Itália, onde cobrirei a mostra “FOOD – La scienza dai semi al piatto” (FOOD – a ciência da semente ao prato). E isto ainda está por vir! Em janeiro estará tudo aqui no blog!

FOOD - A Ciência da Semente ao Prato

FOOD – A Ciência da Semente ao Prato

E para dia nascer feliz e o ano acabar bem agitado – como eu gosto! – nos 45 do segundo tempo arrumei um trabalho que é a minha cara 🙂 : uma consultoria para o Espaço VEJA São Paulo Riviera de São Lourenço!

Para quem não conhece o espaço são dezenas de estandes com entretenimento, moda, bem-estar e claro, gastronomia! Aí que eu me encaixo!!!

A partir de amanhã e durante todo o mês de Janeiro acontece a 12ª edição do evento repetindo o grande sucesso dos anos anteriores. Toda a programação e os detalhes deste super evento no litoral você encontra aqui:

http://www.rivieradesaolourenco.com/espaco-veja-sao-paulo-2015/

E lógico que toda essa movimentação virou minha casa de pernas para o ar e as refeições aqui passaram a ser na base do fast food. CALMA! Nada de Mc Donald’s! Fast Food ao melhor estilo comida rápida, mas muito saudável!

Salteado de Camarão e Vagens (Serve 4)

salteado de camarão

Fast Food no melhor estilo saudável e delicioso!

 

Ingredientes:

400gr de camarões médios, crus, sem casca, com calda e sem a tripa

200gr de vagens francesas, cortadas pela metade

2 colheres de sopa de azeite de oliva

2 cebolas médias cortadas em fatias bem finas

5 dentes de alho picados

3 talos de capim limão, preferencialmente a parte branca do talo, fatiado finamente

2 pimentas dedo de moça fatiadas bem fininhas (eu gosto “hot“)

2 colheres de chá de açucar mascavo

1 colher de sopa de molho de peixe (Nam plá)

1 colher de sopa de vinagres de arroz

Modo de Preparo:

Aqueça o azeite em uma wok ou frigideira grande. Junte a cebola, o alho, o capim limão, e a pimenta. Salteie em fogo alto durante 4 minutos até que a cebola comece a caramelizar.

feijão verde

Acrescente as vagens e salteie por 2 a 3 minutos até que fiquem bem verdes mas al dente, crocantes. Junte os camarões e cozinhe por 5 minutos até ficarem rosas. Misture o açúcar com o molho de peixe e o vinagre. Adicione a wok e deixe ferver por 1 minuto.

camarao+vagem

Sirva imediatamente acompanhado de arroz branco ou sobre noodles. Se quiser salpique cebolinha sobre o prato!

Fácil, rápido e saudável. Assim deveria ser toda Fast Food...

DICAS:

  1.  Caso não encontre a vagem francesa, que é a mais fininha, pode-se usar vagem normal;
  2. Se quiser algo menos apimentado 1 pimenta estará de bom tamanho!;
  3. O molho de peixe (Nam plá – molho básico da culinária tailandesa, fermentado feito de peixe, acre e pungente) poderá ser substituído por molho inglês ou shoyo.