Praticidade para uma Segunda Sem Carne [Polenta Cremosa com Cogumelos e Tomatinhos Confit]

Cada dia temos uma nova tarefa a ser cumprida na agenda da vida louca que levamos. Estamos sempre acrescentando tarefas. Nunca tirando… Isso é uma pena. A vida deveria ser mesmo levada de uma maneira mais leve. Mas são poucos aqueles que seguem este mantra. Uma pena.

Eu mesma tenho um roteiro diário que se inicia as 6 da manhã e segue dia adentro com pouco descanso, quase sem nenhum respiro: é filho, marido, casa, trabalho, blog, corre para eventos, almoço nos Jardins, café em Pinheiros, segunda sem carne, terça sem glúten, quarta… Ufa!

Tem dias que logo cedo já deixo o almoço pronto e o jantar adiantado. Será que vale a pena esticar tanto os braços para abraçar o mundo deste jeito? Confesso que ainda não cheguei a uma conclusão, mas parece que sim, pois se estou nessa!…

Mas uma ajuda sempre é muito bem vinda. Por isso que lancei os potes de comidas da #Cookit. Este não é um jaba, hein?!? 😀 Mas acredito muito no que faço, não só porque a idéia é boa, mas porque me ajuda mesmo! E pode te ajudar. O jantar já está pronto e ainda são 7:30 da manhã! É chegar em casa e aquecer. E tudo isso levou menos de 15 minutos, acreditem!

Por que não tentar você também? As vezes, tudo o que precisamos é de uma mãozinha. Let’s Cook it®!

Polenta Cremosa com Cogumelos e Tomatinhos Confitados (Serve 4)

Tá na mesa! E você prepara em 15 minutos.

Tá na mesa! E você prepara em 15 minutos.

Ingredientes:

1 pote de Polenta com Ervas de Provence Cook it®

Maravilha do mundo moderno!

Maravilha do mundo moderno!

1 bandeja de tomatinhos sweet grape ou cereja

2 dentes de alho

1 ramo de alecrim

1 ramo de tomilho

azeite de oliva, o quanto baste para cobrir os tomates

1 bandeja de cogumelos shimeji, cortados em floretes

1 dente de alho picado

Flor de Sal, o quanto baste

Pimenta do reino moída na hora, o quanto baste

Modo de Preparo:

Aqueça o forno a 120 graus.

Coloque o conteúdo do pote de polenta em uma panela. Acrescente água, conforme as instruções de preparo e mexa bem. Leve a panela o fogo e deixe cozinhar, em fogo baixo por 10 minutos.

Enquanto isso prepare os tomates. Coloque-os em uma assadeira, juntamente com os dentes de alho, as ervas e cubra com o azeite de oliva. Quanto mais rasa a assadeira menor quantidade de azeite você precisará. Leve ao forno por 10 a 15 minutos.

Uma conserva coringa para as horas de aperto

Uma conserva coringa para as horas de aperto

Para preparar os cogumelos utilize uma colher de sopa do azeite em que foram preparados os tomatinhos e aqueça em uma frigideira. Acrescente o alho e doure levemente. Acrescente os cogumelos e refogue até ficarem macios, mas al dente.

Para servir, coloque a polenta em uma travessa, cubra com os tomatinhos e os cogumelos. Regue com o azeite do confit de tomates e tempere com flor de sal e pimenta do reino.

A vida é prática e saborosa!

Guarde na geladeira por até 2 semanas e sirva com polenta, com torradas, com massa, com o que a criatividade mandar!

Guarde na geladeira por até 2 semanas e sirva com polenta, com torradas, com massa, com o que a criatividade mandar!

DICAS:

  1. Se você também preparar este prato com antecedência, cubra com papel alumínio e aqueça no forno a 150 graus por 10 minutos.
  2. Caso não utilize todo o tomate confitado, espere esfriar e guarde na geladeira em um pote de vidro – pode ser o pote da Polenta Cook it® – e cubra com o azeite. Consuma em até duas semanas
  3. Experimente toda a praticidade da linha Cook it www.cookitemcasa.com.br

Um vento frio passou por aqui… [Polenta Cremosa ao Funghi]

Já são mais de 7 dias de friozinho outonal aqui na cidade de São Paulo em pleno verão. Será que é a compensação do calor subsariano que passamos no inverno passado? Ou será que a Terra começou a girar para o lado ao contrário e não nos demos conta? Estamos voltando as estações? Pior ainda se eu hibernei por muito tempo, hoje já é inverno e eu nem percebi…

Seja lá como for um prato de comida quentinho e reconfortante, ainda que no meio do ápice do Verão Brasileiro, resolve todo este mistifório, este equívoco, esta imprecisão ao qual o nosso clima se meteu!

Polenta Cremosa ao Funghi (Serve 4)

Não adianta bater, eu não deixo você entrar...

Não adianta bater, eu não deixo você entrar…

Ingredientes

300g de cogumelos (eu comprei um pacote que já vem um mix de Paris, Crimini, Shimeji e Enoki, mas você poderá utilizar aqueles que mais gostar ou que encontrar no mercado)

1 colher de sopa de manteiga sem sal

2 dentes de alho

1 pitada de sal

1 pitada de pimenta do reino

50ml de vinho branco (opcional)

1 punhado de salsinha picada

1 litro de água

1/2 colher de chá de sal

1 xícara de polenta (eu usei a polenta branca Valsugana, mas você pode escolher a que mais gostar. O ideal seria não usar nenhuma que seja feita com grãos transgênicos)

1 colher de sopa de manteiga

1 xícara de queijo parmesão raladado

Nada mais é preciso

Nada mais é preciso

Modo de Preparo

Inicie limpando os cogumelos. Utilize uma escova de dentes macia (eu tenho uma para esta função) ou um papel toalha. Não lave os cogumelos, pois eles são como uma esponja e absorvem água, o que deixará sua preparação insossa. Corte-os em pedaços grandes, mas que caibam na boca. Lembrando que murcharão ao serem cozidos.

Deixe os cogumelos em grandes pedaços pois murcharão após serem sauteados

Deixe os cogumelos em grandes pedaços pois murcharão após serem salteados

Em uma frigideira aqueça a manteiga e doure o alho levemente, mas sem deixar queimar para não amargar. Coloque os cogumelos para saltear, em fogo algo, mexendo sempre. Assim que ficarem com uma coloração dourada e levemente murchos acrescente o vinho branco e deixe evaporar. Se quiser um pouco de caldo, acrescente 1/4 de xícara de água¹ e deixe cozinhar por 2 minutos. Tempere com o sal² e a pimenta e acrescente a salsinha e reserve.

Em uma panela funda coloque a água para ferver e acrescente o sal. Despeje a polenta em forma de “chuva” e mexa vigorosamente para não empelotar. Abaixe o fogo e deixe cozinhar por 10 minutos, mexendo ocasionalmente. Acrescente a manteiga, o sal e a pimenta e misture bem.

Sirva a polenta, com o queijo parmesão e uma farta colherada dos cogumelos sobre ela! E diga ao frio que não adiante bater que eu não deixo ele entrar! 😉

DICAS:

  1. Sempre que eu faço alguma preparação com cogumelos secos, que precisam ser hidratados, eu guardo a água não utilizada na preparação e congelo. Assim tenho um “caldo de funghi” para usar.
  2. Eu utilizei somente 1 pitada de sal na preparação dos cogumelos, pois além de terem um sabor forte e marcante, não precisando de sal para realçá-los, o queijo parmesão aportará bastante sal na preparação como um todo.
  3. Se você quiser algo mais cremoso pode acrescentar um pouco de creme de leite ao final da preparação dos cogumelos. Mas lembre-se, como a polenta já é bem cremosa, é bacana ter algo mais “sequinho e crocante” para contrapor a textura do prato!

Feliz Dia dos Pais! [Shank de Cordeiro e Apple Pie]

Quer curtir seu pai e toda a família com o melhor presente? Então, cozinhe você o almoço!

Sugerimos aqui um menu super simples, delicioso, confortante e que não levará horas para fazer. Enquanto está tudo no forno você curte o paizão e ainda ganha os méritos de cozinheira do ano!

Sugestão para 6 pessoas

Shank de Cordeiro com polenta cremosa

Qual o pai que não se emocionará?

Qual o pai que não se emocionará?

Ingredientes:

– ½ xícara de farinha de trigo
– 6 shanks de cordeiro
– Sal e pimenta-do-reino, o quanto baste
– 4 colheres (sopa) de azeite de oliva
– 2 colheres (sopa) manteiga
– 2 cenouras, finamente picadas
– 1 cebola, finamente picada
– 1 talo de salsão, finamente picado
– 1 ramo de alecrim picado
– 2 colheres (sopa) de tomilho picado
– 4 dentes de alho picados
– 2 xícaras de caldo de galinha
– 2 xícaras de vinho tinto
– 200 g tomate pelado, sem sementes e picados
– ½ litro de água
– ½ litro de leite
– 1 xícara de fubá de milho pré-cozido ou polenta pré cozida
– 4 colheres (sopa) de manteiga
– sal a gosto

Modo de preparo:

Pré-aqueça o forno a 160 graus. Cubra a ponta do osso de cada shank com papel alumínio. Isso ajudará que o pouco de carne que estiver no osso não se queime e manterá uma aparência melhor. Tempere a carne com sal e pimenta. Passe a carne pela farinha.

Em uma panela suficientemente grande que caibam os 6 shanks e que possa ir ao forno aqueça 2 colheres de azeite e 2 colheres de manteiga. Coloque a carne para dourar, uma de cada vez, para que a temperatura do azeite não caia e você não acabe cozinhando a carne ao invés de dourá-la. Reserve.

Em fogo médio, despeje as duas colheres restantes de azeite na panela. Adicione a cenoura, a cebola, o salsão, o alecrim e o tomilho e refogue, mexendo até que os vegetais estejam tenros – de 6 a 8 minutos. Acrescente o alho e cozinhe por mais 1 minuto.

Regresse a carne para a panela. Tenha o cuidado de colocá-las em pé, ou seja, os ossos para cima. Acrescente o vinho e espere que o alcool se evapore. Uns 3 a 4 minutos. Misture o caldo de galinha e os  tomates com o refogado da panela. Cozinhe em fogo baixo com alguns minutos de fervura e retire a espuma que vai se formando com uma escumadeira. Tampe a panela e leve ao forno por cerca de 2 horas, até que a carne esteja bem macia, começando a soltar do osso.

20 minutos antes de terminar o cozimento da carne, prepare a polenta. Coloque a água para ferver com a manteiga. Misture o fubá com o leite. Quando a água levantar fervura acrescente a mistura de fubá e cozinhe, em fogo baixo mexendo sempre até que a polenta esteja cremosa (o tempo de cozimento dependerá do fubá que você utilizar. Dê uma checada nas instruções da embalagem). Corrija o sal, se necessário.

Para servir (nada de panelas sobre a mesa!), retire o papel aluminio dos ossos. Coloque uma porção de polenta no prato e por cima um shank de cordeiro. Regue com o molho.

Torta de Maçã Americana

Demonstração de amor maior pelo pai? Quase impossível!

Demonstração de amor maior pelo pai? Quase impossível!

Ingredientes:

– 2 xícaras de farinha de trigo
– 2 colheres (sopa) de açúcar de confeiteiro
– 150 g de manteiga gelada, cortada em pedaços
– 4 a 6 colheres (sopa) de água

Recheio (pode ser preparado com antecedência):
– 1,5 kg de maçãs
– 1/3 xícara de farinha de trigo
– 1/2 xícara de açúcar mascavo
– 1/2 colher (chá) de canela em pó
– 1/4 colher (chá) cravo moído
– 1/4 colher (chá) anis estrelado moído
– Suco de 1 limão
– 2 colheres (chá) de conhaque

Cobertura:
– 1/3 xícara de açúcar
– 1 gema de ovo

Modo de preparo:

Aqueça o forno a 160° C. Misture a farinha, o açúcar e a manteiga num processador de alimentos utilizando a tecla pulsar até que obtenha a consistência de farofa. Não bata muito pois a manteiga se derreterá e não é isso que queremos! Transfira esta farofa para uma bancada de trabalho. Adicione a água, uma colher de cada vez e amasse delicadamente com as pontas dos dedos até formar uma massa homogênea. Leve à geladeira por aproximadamente 15 minutos para descansar.

Misture os ingredientes secos do recheio. Descasque e fatie as maçãs (para esta torta eu prefiro pedaços ou fatias grossas) acrescente o limão, o conhaque e a mistura acima aos poucos. Deixe descansar para formar caldo.

Montagem da torta:
Divida a massa em duas partes. Abra em superfície enfarinhada com um rolo na espessura de 3 mm ou entre duas folhas de clingfilm para facilitar a transferência para a forma.

Transfira a massa para uma forma ou pirex de 24 cm untada com manteiga, deixando uma borda para fechar depois com a parte superior. Coloque o recheio, mas sem muito caldo e cubra com o restante da massa. Aperte as laterais como na foto. Faça cortes na tampa para que saia o vapor.

Essa borda faz toda a diferença na finalização da torta!

Essa borda faz toda a diferença na finalização da torta!

Pincele com a gema e polvilhe o açucar. Asse em forno pré-aquecido por cerca de 45 minutos ou até dourar. Sirva quente acompanhada de uma bola de sorvete de creme.