Os Mercados de Accra

Já faz alguns dias que eu escrevi meu ultimo post. Estive ocupada e os sentimentos aqui na Africa ficam aflorados. Inspiração não falta. Falta coragem o suficiente para voltar e reviver alguns deles..

A semana foi cheia de trabalho, o que foi bom. Fiz uma degustação de comida de boteco para o restaurante e foi um sucesso. Merece um post exclusivo. Mas não hoje. Hoje vou falar sobre os mercados locais que visitei. Estes que me deixaram pensando muito. Pensando na vida que é tão similar e tão diferente ao mesmo tempo. Conversando com meu marido e mostrando as fotos ele só disse: “Periferia de Recife”. Mas não. Para mim o sentimento não foi esse. Não sei. Já estive lá e cá. E o cá me impressionou muito…

Os mercados de Agblogboshie e Makola são duas gigantes favelas a céu aberto. Uma das funcionárias do restaurante, A Emília, foi nosso “guia”. Sua avó costuma vender no mercado. Labirintos de vielas com esgoto e pobreza. Gente vendendo, gente comprando. Quiabo, peixe seco, dendê, caracóis, pele de boi, tomate, roupas e o que mais os consumidores estiverem dispostos a comprar.

Andamos por 3 horas e a paisagem não mudava. Às vezes melhorava um pouco, mas sempre essa mesma miséria que estamos acostumados a ver. Mas não a conviver. Essa é a África de verdade. A àfrica que deu origens a nosso povo. Estar aqui me fez entender muito as nossas origens. Queremos fugir para Miami, para a Riviera mas estamos arraigados aqui.

Ao final do dia, que para mim foi um choque, eu estava exausta. Emocionalmente acabada. E as pessoas ao meu redor continuavam a vender e comprar. A comprar e vender. Emília estava feliz. Esta é sua vida, sua cultura. E até entendermos esta cultura seremos o que somos.

Agbo2Agbo3

Agbo1

Agbo10

Agbo15

Agbo11 Agbo9 Agbo8 Agbo7 Agbo6 Agbo5 Agbo4

Agbo13 Agbo12

Agbo14

Agbo16

La Scuola Eataly è Arrivato!

São Paulo está em festa. Um auê. Um burburinho. Amanhã abrem-se as portas para o público o Eataly São Paulo. O maior mercado de gastronomia e produtos artesanais italianos do mundo inaugura sua primeira loja na América Latina! Desde a semana passada, quando houve uma coletiva de imprensa e visita guiada a jornalistas, o assunto no nosso meio é este! Eataly, finalmente no Brasil!

Fachada do Eataly São Paulo homenageando o MASP!

Fachada do Eataly São Paulo homenageando o MASP!

A rede conta com lojas em Turim (1a. do grupo) desde 2007. Depois disso foi uma enxurrada pelo mundo afora: Nova York, Chigado, Japão, Dubai, Istambul e mais lojas na Itália: Milão, Roma, Florença, Genova, Bolonha, dentre outras.

Mas eu não estou aqui para falar sobre a loja, que ainda não fui – irei amanhã na primeira hora!!! – até porque já está cheio de notícias no grande Google.

La Scuola Eataly

La Scuola Eataly

Estou aqui para divulgar algo que ninguém ainda falou: EM PRIMEIRA MÃO coloco aqui para vocês, meus queridos leitores, o calendário de aulas da Scuola Eataly. Isso aí! No primeiro andar dos 4.500m2 de loja (um shopping, né?) há uma escola de gastronomia aberta ao público interessado. E aqui, já divulgo para vocês as aulas, degustações e oficinas infantis que acontecerão nos meses de maio e junho/2015 a partir de 28 de maio!

(Clique nas fotos para aumentar)
cursos@eataly.com.br (11) 3279-3300

cursos@eataly.com.br (11) 3279-3300

cursos@eataly.com.br (11) 3279-3300

cursos@eataly.com.br (11) 3279-3300

Imaginem só se eu não serei sócia torcedora desta escola! Quero ter uma carteirinha assinada pelo próprio Mário Batali!

Ah! E por falar nisso, o Mário Batali autografou vários exemplares do livro “How to EATALY”, um guia de como comprar, cozinhar e comer comida italiana, que estarão à venda a partir de amanhã na loja!

Livro Guia de como Ser um Eatalyano!

Livro Guia de como Ser um Eatalyano!

Acho que pelos próximos dias este será o assunto por aqui! 😉

Eataly São Paulo

Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 1.489

Abertura oficial – 19 de Maio às 11:30

Horário de Funcionamento – Diariamente de 8:00 às 23:00

Os mais belos Mercados de Comida do Mundo

 

Este post não tem receita… Ou não uma para ir ao fogão e prepara-la. Talvez seja uma receita de vida, receita para acalantar a alma.

Ouvi e li alguns comentários sobre mercados, feiras livres que me deixaram pensativa. Imaginar que as feiras livres deixem de existir é algo totalmente na contramão do que vem acontecendo com a gastronomia, ultimamente. E falo não só no Brasil, mas no mundo. Cada vez mais as pessoas estão se aproximando de seus produtores locais e as barracas são suas lojas! Não consigo imaginar as grandes redes de supermercado expondo estes produtos. Nem mesmo a Whole Foods daria conta. Mas, enfim… Se esta é uma tendência espero que demore algumas décadas. Não gostaria de ver acontecer.

Enquanto isso deixo aqui algumas fotos dos mercados mais lindos que já vi – nem todos visitei, mas ainda nesta vida pretendo fazê-lo!

West Side Market - Cleveland Foto: Getty

West Side Market – Cleveland Foto: Getty

Ferry Building San Francisco - Foto: Sftodo

Ferry Building San Francisco – Foto: Sftodo

Mercat St Joseph - La Boqueria - Barcelona - Foto: Getty

Mercat St Joseph – La Boqueria – Barcelona – Foto: Getty

Östermals Saluhall - Estocolmo, Suécia - Foto: Buzzfeed

Östermals Saluhall – Estocolmo, Suécia – Foto: Buzzfeed

Nosso Mercadão - São Paulo - Foto: Foursquare

Nosso Mercadão – São Paulo – Foto: Foursquare

 

Mercado La Merced - Cidade do México - Foto: Getty

Mercado La Merced – Cidade do México – Foto: Getty

borough

Um mercado que sobrevive a 1.000 anos! Borough Market – Londres – Foto: London Design

Mercado noturno de Jemma El Fna - Marrakesh - Foto: BBC

Mercado noturno de Jemma El Fna – Marrakesh – Foto: BBC

Mercato Centrale di San Lorenzo - Florença - Itália - Foto: Foursquare

Mercato Centrale di San Lorenzo – Florença – Itália – Foto: Foursquare

E para fechar o post, o mais belo de todos: Mercado Ver-o-Peso - Belém do Pará - Foto: BrasilTurista

E para fechar o post, o mais belo de todos: Mercado Ver-o-Peso – Belém do Pará – Foto: BrasilTurista

E você, tem algum preferido? Mande sua foto ou deixe um comentário!

“Comer Rico Hace Bien” – Masticar 2014

"Comer Bem Faz Bem"

Comer Bem Faz Bem

Seguindo as tendências gastronômicas das grandes metrópoles, começou ontem, em Buenos Aires, a 3a. edição de Masticar, primeira e única feira de cozinha de toda Argentina a ser realizada integralmente por cozinheiros associados ao Grupo A.C.E.L.G.A (Asociación de Cocineros y Empresarios Ligados a la Gastronomía Argentina).

Com ênfase na alimentação saudável e sob o lema “Comer bem faz bem”, esta edição de Masticar está cheia de novidades, muito parecidas com o que vem acontecendo no cenário da gastronomia do Brasil: Mercados com comidas de grandes chefes de cozinha a preços populares, Food Trucks, degustação de vinhos e cervejas artesanais, aulas “mão na massa”, lotaram um pátio enorme do centro de exposições El Dorrego, num bairro muito trend e movimentado de Buenos Aires.

E adivinha quem esteve por lá???? Vocês não imaginam a emoção quando fui surpreendida com entradas V.I.P. para o evento, a convite do HSBC da Argentina! Cheio de celebridades porteñas, eu me senti el alfajor de maicena num meio tão exclusivo!

Camarote HSBC regado a  Bohème de bodega Luigi Bosca

Camarote HSBC regado a Bohème de bodega Luigi Bosca

V.I.P. a convite de HSBC Argentina

V.I.P. a convite de HSBC Argentina

Vista da feira

Vista da feira

 

E nada melhor que ir com gente local; a cada stand que parávamos eu era apresentada como “una chef de Brasil que escribe un blog buenisimo de comida, viagen y outras cositas!” E tudo isso acompanho de um flash!

Food Truck de Gastón Riveira - La cabrera

Food Truck de Gastón Riveira – La cabrera

Um bate papo com Donato de Santis - Cucina Paradiso

Um bate papo com Donato de Santis – Cucina Paradiso

MasterChefs Christophe Krywonis e Germán Martitegui

MasterChefs Christophe Krywonis e Germán Martitegui

Mas um trabalho sério (!) exige muito mais que fotos e bate papo com chefes famosos. Exige degustação: foram horas comendo a asados, empanadas, salames, doce de leite, tomando mate, vinho além outros produtos que representam muito bem a diversidade da comida argentina.

A região da Patagônia foi a que mais me impressionou. Os embutidos e os queijos da região têm um sabor forte a carne de caça, muito marcante mas com frescor dos pastos. Em sua maioria os produtos são orgânicos. O doce de leite, juntamente com os vinhos, segue sendo um grande protagonista da gastronomia do país. Mais uma vez, para o meu paladar,o vencedor foi um produto da Patagônia, região xxxx ganhador de vários prêmios. Denso e untuoso, com leve sabor a baunilha, este doce de leite é menos doce que os mais comerciais. Um ponto a favor da culinária porteña!

Premiado Dulce de Leche General las Heras.

Premiado Dulce de Leche General las Heras.

Deliciosos embutidos patagônicos

Deliciosos embutidos patagônicos

O stand Tealosophy, de Inês Berton foi outra maravilhosa surpresa. Grandes amantes de chás, pela cultura da erva mate, Inês soube tirar proveito do mercado e criou blends incríveis e fascinantes como o  Cornelia Mood, com grapefruit, toques de rosas e lemongrass.

Blend Cornelia Mood

Blend Cornelia Mood

Muito simpática, aproveitou minha presença para mandar um beijo para dois de seus clientes e amigos no Brasil: Alex Atala e Carla Pernambuco!!!!! Que honra e quanta responsabilidade a minha!

Linda Inês Berton - Tealosophy

Linda Inês Berton – Tealosophy

Mais de 70 blends preparados pro Inés Berton

Mais de 70 blends preparados pro Inés Berton

Azeites, cogumelos, vinhos, cervejas engrossam o caldo dos produtos locais.  Além de panelas, cerâmicas, facas para churrasco que tornam a feira um atraente mercado para gourmands em geral. E todo produto adquirido na feira tem preços mais em conta e ainda promoções do estilo 2 x 1!

Este ano a feira acontece de 16 a 19 de Outubro. Talvez você não tenha a mesma sorte que eu de participar desta 3a. edição. Mas se gosta de gastronomia e está pensando em visitar Buenos Aires, que tal se programar para a Masticar 2015?? Garanto que não se arrependerá!

A nata de cozinheiros argentinos!

A nata de cozinheiros argentinos!

 

 

Amo muito tudo isso! ®

Nos próximos posts que eu escrever vocês vão “ouvir”  falar muito nos Estados Unidos. É que estou aqui curtindo umas férias! Na verdade, trabalhando de mãe-chofer quase 24/7! Mas vale a pena pois além do sorriso gratificandte no rosto do filhão estou na terra do Tio Sam que eu tanto amo.

Muito gente tem muita coisa contra os EUA, mas eu juro que não consigo achar defeito. Amo muito tudo isso ® e juro que nem esse consumo excessivo me incomoda! hihihi

Hoje me deparei com uma gigantesca loja (lógico!) da Whole Foods Market (R) naquelasjunctions maravilhosas que só as estradas americanas têm! Um paraíso. Passei horas olhando. É incrível como podemos comprar de TUDO nestas lojas. E as coisas inusitadas, práticas e que nunca vemos por ai? Afff. Quase perdi a hora! Mas o melhor foi o balcão de comidas prontas. Eu preciso mandar almoço pro meu pequeno todos os dias. Até hoje ele levava sanduiches, mas a partir de manhã caixinhas maravilhosas da Whole Foods Market recheadas de deliciosas pastas, frango frito, saladinhas, noodles vão aparecer feito mágica (!) na sua lancheira. E gourmand do jeito que ele é seguramente virá um beijo e um abraço super apertado pra mamãe!!

Mas não fiquemos só na comidinha do moleque. Confesso que eu não resisti ao cheiro maravilhoso que vinha do curry. A parte de comidas indianas estava irresistível. Ai… quando é que um supermercado tem essa variedade e qualidade? Valha me Deus! Ataquei de Chicken Tikka Masala, Dal Lentils e Arroz Basmati. Uma caixota enorme por USD 5.27!

Sentei nas mesinhas comunitárias  da loja – isso ai, a loja dispõe de mesas, água e bom astral – para almoçar lendo a edição deliciosa do mês de Abril da revista local Food and Wine!

P.S. Enquanto digito este post ainda sinto o gostinho de cardamomo na boca…