Comida MakeOver [Couve Flor Assada em Crosta de Mostarda]

Mesmo em férias, eu adoro cozinhar. Principalmente se for para ensinar!

Quando alguém me faz aquela pergunta: “o que eu faço para o fulano comer mais verduras?” eu me sinto como o super homem que entra na cabine telefônica e sai com seu disfarce pronto para salvar o mundo do mal. Eu coloco meu avental de cozinha e ao infinito e além!

A questão era muito fácil de resolver: como dar mais sabor à couve-flor. Minha amiga adora couve flor, mas seu marido acha insossa, igual a chuchu.

Parêntesis: eu adoro chuchu de verdade! Como será que só eu consigo
achar sabor neste legume??? Aqui tem uma receita deliciosa!)

E lá fui eu cozinhar a couve flor, quase murcha esquecida na geladeira… Se o problema é que a verdura não tem gosto, a solução é incrementar o seu sabor com muitas ervas e especiarias. Isso ressaltará o alimento e acrescentará novos sabores ao paladar.

Para não ficar tão óbvio, mas ao mesmo tempo fácil de preparar, escolhi a receita de couve flor assada para que uma cozinheira amadora não desistisse logo de cara! E ainda por cima, dei uma receita bônus: uma maionese caseira fácil, saudável e deliciosa!

Couve Flor Assada com Crosta de Mostarda e Ervas (Serve 4)

Uma obra de arte cheia de sabor na sua mesa!

Uma obra de arte cheia de sabor na sua mesa!

Ingredientes:

1 couve flor inteira

1 geme a de ovo, orgânico de preferência

1 colher de sopa de suco de limão (eu uso o siciliano; se você gosta de textura use também as raspinhas da casca do limão)

1 colher de sopa de água

1 xícara de azeite de oliva

sal, a gosto (eu uso duas pitadas)

2 colheres de sopa de mostarda (eu usei a mostarda com grãos)

farinha de pão (eu usei 2 fatias de pão de forma integral processadas no liquidificador)

1 raminho de alecrim, somente as folhas

1 raminho de tomilho, somente as folhas

3 raminhos de salsinha, somente as folhas

pimenta do reino moída na hora

Modo de Preparo:

Coloque a couve flor para cozinhar no vapor por 5 minutos até que fique macia mas firme.

Maionese leve e delicada com um toque de limão

Maionese leve e delicada com um toque de limão

Para preparar a maionese, misture a gema de ovo, o suco de limão (e as raspas se for usar) e a água. Com um mixer bata a mistura e acrescente o azeite em oliva em fio e continue batendo até que fique uma mistura homogênea e firme, com consistência de maionese. Se desandar, não se desespere. Pingue algumas gotas de água e continue batendo até atingir a consistência desejada. Tempere com o sal, acrescentando mais se necessário. Esta quantidade faz 1 xícara de maionese pronta. Para a couve flor usaremos 3 colheres. O restante pode ser armazenado na geladeira e usada até duas semanas.

Aqueça o forno em temperatura média, 180 graus.

Após cozida, coloque a couve flor em uma assadeira e esfregue a mostarda por toda a superfície. Pincele com 3 colheres da maioneses caseira, ou mais se assim desejar.

Os grãos de mostarda conferem sabor e textura ao prato.

Os grãos de mostarda conferem sabor e textura ao prato.

No liquidificador, processe as fatias de pão de forma com as ervas e a pimenta do reino até obter uma farofa grosseira.

Cubra a couve flor com esta farofa. Aperte delicadamente para que a farofa “grude” na couve flor.  A maionese ajudará a fixá-la. Regue com um fio de azeite e leve para assar por 30 a 40 minutos até que a superfície esteja levemente dourada.

Uma crosta delicada e aromática transforma qualquer prato insosso em um grande banquete.

Uma crosta delicada e aromática transforma qualquer prato insosso em um grande banquete.

Sirva em fatias, com uma salada verde, como prato principal.

DICAS:

  1. A maionese pode ser soborizada com ervas, raspas de laranja, alho assado e até mesmo gordura de BACON misturada ao azeite;
  2. A farofa de pão e ervas pode ser feita em maior quantidade e guardada no freezer. Eu também uso para polvilhar sobre massas e depois gratinar. Fica delicioso!
  3. Depois de fria esta couve flor pode ser servida como salada. É só regar com muito azeite!

Eu não inventei a roda, mas a ideia foi boa! [Quiches no Cogumelo]

Há dias em que a criatividade passa longe da minha cozinha. Isso acontece com a escrita, também. Bloqueio criativo. Para isso leio livros, folheio revistas e fuço em blogs que eu acho que podem me inspirar. Desta vez, nada…

Resolvi, então fazer um passeio que adoro: ir a feira. Apesar de não precisar comprar nada precisava mesmo ver, pegar, olhar, cheirar. Adoro a diversidade nas barracas, coisa que não se vê nos supermercados. Lá é um colorido sem fim, uma alegoria digna dos carros Abre-Alas de Carnaval. Aqui, tudo é verde: o mamão é verde, a alface é verde, a maçã é verde, a pera é verde…

Pelas andanças na feira encontrei cogumelos Portobello gigantes; algo que eu não via há muito tempo. E inspirada pelo post dos G-BOMBS não hesitei em comprar logo meia dúzia!!! Por ter um sabor mais acentuado a terroso este cogumelo substitui muito bem a carne. Muitas receitas vegetarianas sugerem grelhar e substituir o bife nosso de cada dia. Ou até acrescentar queijo e virar um delicioso X-Burger. É mesmo uma boa opção!

Os cogumelos da esquerda são ideais para rechear pois tem as bordas altas. E os da direita viram um delicioso "hambúrguer".

Os cogumelos da esquerda são ideais para rechear pois tem as bordas altas. E os da direita viram um delicioso “hambúrguer”.

Mas eu queria mais. Até porque precisava de uma receita para postar aqui! 😉 Pensei em recheá-los, algo bem comum para cogumelos, pois funcionam muito bem como uma tigelinha para o recheio e… Bingo!

“Quiche” de Brócolis e Queijo Gouda (6 mini quiches)

Quem não tem cão, caça com "cogumelo"!

Quem não tem cão, caça com “cogumelo”!

Ingredientes:

6 cogumelos Portobello (tente comprar os que tenham uma cavidade maior e a borda mais grossa para segurar o recheio)

3 colheres de sopa de azeite de oliva

2 dentes de alho, picadinhos

1 cebola pequena, picadinha

1 cabeça de brócolis ninja, bem picadinha, talos inclusive

2 ovos grandes, de preferência orgânicos

300 ml de creme de leite fresco (pode-se usar o de caixinha)

1 xícara de queijo Gouda ralado

sal, pimenta do reino e noz moscada moída na hora, a gosto

Modo de Preparo:

Pre aqueça o forno a 180 graus. Limpe bem os cogumelos com uma escovinha ou papel toalha. Corte o cabo o mais rente possível com cuidado para não danificá-los. Se os cogumelos forem muito curvados faça também um pequeno corte no parte superior para deixa-los estáveis na assadeira. Pincele com azeite de oliva, coloque em uma assadeira com a cavidade virada para cima e leve ao forno por 15 minutos.

Em uma frigideira, acrescente o restante do azeite de oliva, junte o alho e a cebola e refogue até murchar, uns 3 minutos. Adicione o brócolis e salteie por 2 minutos. Ele terminará de cozinhar no forno.

Fonte de vitamina C, os talos darão textura ao recheio.

Fonte de vitamina C, os talos darão textura ao recheio.

Misture os ovos com o creme de leite e o queijo e tempere a gosto, lembrando-se que o queijo já é salgado.

A esta altura os cogumelos já devem estar pré assados. Retire-os do forno e recheie com 4 colheres de sopa do refogado de brócolis e complete com o creme de ovos. Cuidado para não vazar. Repita com os todos os cogumelos.

Retorne ao forno e asse por 20 minutos ou até que o recheio esteja firme e gratinado.

Tenha uma Feliz Meatless Monday!

Tenha uma Feliz Meatless Monday!

DICAS:

  1. Se não quiser usar somente creme de leite na preparação substitua 50% por leite desnatado. Mas cuidado redobrado ao rechear os cogumelos pois o recheio estará mais líquido;
  2. As quiches são preparações muito versáteis. Aqui cabe qualquer recheio. Use a criatividade!!
  3. Neste link da PMSP é possível encontrar a feira livre mais próxima http://www9.prefeitura.sp.gov.br/secretarias/sdte/pesquisa/feiras/