No way, Jose [Stir Fry de Filé Mignon e Legumes]

No way Jose que você vai justificar comer um sanduba da padoca por falta de tempo. Ou pão multigrãos com queijo branco e peito de peru, porque precisa contar calorias. #sabenadainocente

Cheguei de férias direto na loucura do dia a dia e a geladeira estava lá com… kefir, geléias, fermento natural… Nem a melhor cozinha do MacGyver poderia dar uma solução nisso. O jeito foi apelar para aqueles pacotinhos de legumes congelados e umas tirinhas de filé mignon que também permaneciam no freezer esperando por este momento.

Stir Fry, para mim, é a melhor maneira de preparar uma refeição rápida e deliciosa. Um verdadeiro Fast Food. Eu disse FOOD! Legumes são cozidos rapidamente para manter a textura crocante, uma proteína, talvez, e um pouco de shoyo. Uma vez, li num blog a seguinte frase: “O que tiver na geladeira stir fry”. Ou seja, vale tudo (ou quase!).

Mas sem delongas porque este post é para ser rápido e curto e te deixar com água na boca e muita vontade de preparar esta receita ainda para o jantar!

Stir Fry de Filé Mignon e Legumes (Serve 4)

Uma única foto. Para não perder tempo! Stir Fry! Go, go, go!

Uma única foto. Para não perder tempo! Stir Fry! Go, go, go!

Ingredientes:

1 colher de sopa de óleo de gergelim (se não tiver pode usar azeite)

1 cebola fatiada

1 xícara de floretes de brócolis ninja (eu usei um pacote congelado)

1 pimentão vermelho fatiado

150g de filé mignon cortado em tirinhas (eu só tinha isso, mas pode caprichar mais!)

3 colheres de sopa de molho de soja

1/2 colher de chá de gengibre ralado

1/4 de xícara de cebolinha fatiada

1 colher de sopa de gergelim

1 pacote de macarrão de arroz (Bifum, mas se não tiver pode ser qualquer outro)

*Era tudo o que eu tinha no freezer/geladeira/dispensa

Modo de Preparo:

Inicie preparando o macarrão. Eu sempre coloco em uma tigela e cubro com água fervendo e deixo durante o tempo de cozimento dos legumes e carne. Mas observe as instruções de preparo da embalagem do macarrão que estiver utilizando.

Em uma wok, aqueça o óleo de gergelim até começar a esfumaçar. Acrescente os legumes e cozinhe mexendo rapidamente para que mantenham a textura crocante semi-cozidos.

Retire da wok e reserve. Acrescente a carne na panela e também cozinhe rapidamente, em fogo bem alto, para que doure e não solte muita água. Acrescente o molho de soja e o gengibre ralado e misture. Volte com os legumes a panela, tampe e deixe cozinhar por 1 minuto.

Escorra o macarrão, coloque tigelinhas e cubra com a carne com legumes. Salpique a cebolinha e o gergelim.

Sente-se e saboreie a refeição mais rápida e saborosa que você já preparou!

DICAS:

  1. Nos mercados já vendem misturas de legumes congelados para estas preparações.
  2. Substitua a carne de boi por frango, porco ou camarão. Ou opte pela opção vegetariana acrescentando outros legumes.
  3. Você pode utilizar qualquer macarrão oriental se não encontrar o bifum, ou mesmo espaguete.
  4. Invente, crie e delicie-se. Depois conte aqui como ficou tua receita! 😉

Socorro! Minha professora come mal [Bolo de Abobrinha e Purê de Maçã]

Minha professora de Pilates está grávida. Conversando com ela sobre a alimentação de uma gestante fiquei de olhos arregalados. A mocinha não come nada! Bem… Come batata frita, nuggets, um bifinho… Mas brócolis, beterraba, abobobrinha?? “Eca” como ela mesma diz.

E o pior de tudo: é daquelas que não experimenta. “Ah, aquela coisa molenga já me dá arrepios!”. Imaginem a minha cara no meio da aula ouvindo essas barbaridades! Foi pensando nela – e no meu lanchinho da tarde, é claro! – que resolvi fazer este bolo. Já tenho uma outra receita aqui de Bolo de Abobrinha. Mas dei uma incrementada nesta outra com farinha integral e um purezinho de maçã, que além de sabor e umidade, acrescenta mais vitaminas para a nossa gravidinha!

Bolo de Abobrinha e Purê de Maçã (16 fatias)

*Receita adaptada do Food52

Vamos colocar mais vida nesta dieta da grávida!

Você nem precisa estar grávida para apreciar esta delícia!

Ingredientes:

1 xícara de farinha de trigo

1 xícara de farinha de trigo integral

1 1/2 colheres de chá de bicarbonato de sódio

3/4 colher de chá de fermento em pó

1 colher de chá de sal

3 colheres de chá de canela

1/4 colher de chá de cravo em pó

1/4 colher de chá de gengibre em pó

1 pitada de noz moscada

3 ovos, separados

1/4 de xícara de óleo vegetal

1/2 de xícara de purê de maçã

1 1/2 xícaras de açúcar

2 xícaras de abobrinha ralada na hora (aprox. 2 abobrinhas grandes)

1 colher de chá de extrato de baunilha

Sim, abobrinha. E por que não?

Sim, abobrinha. E por que não?

Modo de Preparo:

Preaqueça o forno a 180 graus. Unte uma forma de bolo com óleo e farinha. Eu usei uma forma de silicone, de buraco no meio, que não precisa untar.

Peneire a farinha, o bicarbonato, o fermento, o sal e as especiarias em uma tigela. Em outra tigela, misture as gemas, óleo, purê de maçã, açúcar, abobrinha e baunilha. Certifique-se de que esteja tudo bem misturado e combinado. Bata as claras em ponto de neve e com cuidado, despeje 1/3 da mistura de farinha na mistura de abobrinhas e 1/3 das claras, mexendo até ficar homogêneo.

Peneirar a farinha deixa mais leve e aerada para um bolo mais fofo.

Peneirar a farinha deixa mais leve e aerada para um bolo mais fofo.

Repita até terminar os ingredientes. Coloque a mistura na forma e leve para assar por 50 minutos ou até que esteja dourado e colocando um palito no centro do bolo, este saia limpo.

Deixe esfriar por completo sobre uma gradinha.

Não se deixe enganar. Este bolo além de lindo é perfumado e delicioso.

Não se deixe enganar. Este bolo além de lindo é perfumado e delicioso.

DICAS:

  1. Para fazer o purê de maçã coloque 10 maçãs (eu gosto de misturar a maçã verde e a Gala) descascadas, e picadas grosseiramente em uma panela. Adicione 3 colheres de sopa de limão siciliano, 1 pau de canela e 1/2 xícara de água. Deixe cozinhar até que as maçãs estejam bem macias e desmanchando, aproximadamente 20 a 30 minutos em fogo baixo. Retire o pau de canela e processe até obter um purê. Fica delicioso com carne de porco, no sorvete ou iogurte. Você pode adicionar mel ou açúcar se preferir.

    Este purê adiciona sabor e doçura ao bolo, além de ser super versátil para outros pratos.

    Este purê adiciona sabor e doçura ao bolo, além de ser super versátil para outros pratos.

  2. Caso não queira fazer o purê pode-se utilizar purê comprado pronto ou papinha de bebê.
  3. Bati as claras em neve para dar mais leveza ao bolo, já que usei o purê de maçã. Mas se não quiser ter tanto trabalho pode-se misturar os ovos inteiros à preparação.
  4. Se quiser outro bolinho com legumes que não seja de cenoura, veja este de Beterraba e Chocolate!

Segunda sem Carne [Salada Grega de Couscous de Couve Flor]

Aqui em casa somos todos carnívoros. Sei todos os malefícios que a criação animal traz ao planeta, por isso estamos reduzindo o nosso consumo. Investigo a procedência do ingrediente e cada vez utilizamos orgânicos, fair trade e criação humanizada. Entendo que assim estou fazendo minha parte para um planeta mais limpo e justo. E não pretendo cortar a carne da minha dieta.Faz parte do ecossistema integrado há milhões de anos e da evolução da espécie humana. Precisamos destes animais para a subsistência do planeta.

Mas também, já aderi a “segunda sem carne”, por aqui. Não que isto seja uma obrigação e nem sempre são as segundas-feiras. É no dia que estou com vontade. Como hoje, por exemplo.

Após a loucura de um final de semana inteiro comendo mal – tranqueirinhas, belisquetes, petiscos e afins – precisava de uma refeição leve, fresca e… crocante! Era essa a sensação que eu queria sentir. E com o clima ajudando, me veio logo a mente uma deliciosa salada grega, muito fresca.

Aproveitando as pesquisas que eu estava fazendo e uma cabeça de couveflor muito linda que comprei na feira, ontem, não resisti e fui “inovar” na preparação. Sempre utilizo couscous marroquino para esta preparação, mas hoje a coisa seria diferente!

Salada Grega de Couscous de CouveFlor (Serve 4)

O almoço está servido!

O almoço está servido!

Ingredientes:

1 cabeça de couveflor sem as folhas

1/2 xícara de azeite de oliva extra virgem

1 lata de grão de bico cozido

1 cebola roxa pequena picadinha

1 tomate sem sementes picadinho

1 pepino japonês picadinho

1 talo de salsão picadinho

1 xícara de folhas de hortelã, picadas grosseiramente

1 xícara de folhas de salsinha, picadas grosseiramente

suco e raspas de 1 limão siciliano

sal e pimenta do reino, a gosto

Coisas incríveis da natureza. Não dá para não se apaixonar!

Coisas incríveis da natureza. Não dá para não se apaixonar!

Modo de preparo:

Lave muito bem a couve flor e corte a cabeça em floretes pequenos, dispensando o caule central (guarde para um purê ou um creme de couveflor). Coloque no processador de alimentos e, na função pulsar, triture-os durante 1 segundo até obter uma consistência granulada, muito parecida a da semolina (couscous marroquino). Se alguns floretes ficarem inteiros, retire do processador o que já foi triturado e repita a operação.

Pulse por 1 segundo até obter uma consistência granulada

Pulse por 1 segundo até obter uma consistência granulada

A partir daí você já pode servir o “couscous” de couveflor. Fácil demais? Então vamos cozinhá-lo um pouquinho!!

Em uma frigideira, coloque 1 colher de azeite de oliva e acrescente o couscous processado. Mexa bem como se estivesse refogando arroz, por 5 minutos. Reserve para que esfrie.

Esta preparação pode substiuir o arroz

Esta preparação pode substiuir o arroz

Misture todos os demais ingredientes, exceto o limão, sal e pimenta, em uma tigela. Faça uma vinagrete com o restante do azeite, o suco e raspas de limão, sal e pimenta. Assim que o couscous estiver frio acrescente à tigela e misture. Regue com a vinagrete e sirva em seguida.

Misture bem todos os ingredientes antes de regar com a vinagrete.

Misture bem todos os ingredientes antes de regar com a vinagrete.

DICAS:

  1. Acrescente azeitonas pretas e queijo feta despedaçado para dar mais requinte a esta salada.
  2. Uma colherada de iogurte natural grego sobre esta salada também é um plus!
  3. Com esta preparação você pode criar muitas receitas. Que tal um bolinho de couveflor, como se estivesse usando arroz?