Coletivo de Verão [Espetinho de Frango na Canela]

Quando eu penso em comidas de verão não penso logo de cara em saladas. Por aqui, salada é defaut. Faça chuva ou faça sol, frio ou calor, nosso prato de salada sempre está na mesa.

Para mim, comida de verão, ou melhor, comida para se comer no verão, me lembra algo como férias, praia, piscina, comer com as mãos… Petiscar, talvez seja a palavra que estou procurando. Adoro comer ao ar livre, mais à vontade, sem tantas formalidades. A comida de verão também conota algo que pode ser comido frio, sem pressa, como num piquenique.

Pensando nisso para o post do mês #ColetivoGastronômico, cujo tema é Comida de Verão fugi um pouco da tradicional salada (!) e resolvi preparar uma finger food que fez o maior sucesso quando postei a foto no Instagram. A receita é muito fácil e leva apenas alguns ingredientes, mas tem um charme incomparável! Veja se não tenho razão? 😉

Espetinhos de Frango na Canela (Serve 6)

Quente ou frio esta receita é uma deliciosa pedida para o verão!

Quente ou frio esta receita é uma deliciosa pedida para o verão!

Ingredientes

2 peitos de frango sem pele e sem osso, de preferência orgânicos, cortados em cubos de aproximadamente 3cm

24 pauzinhos de canela os mais finos que conseguir (ou cartados ao meio no sentido do comprimento)

1 colher de sopa de mel

2 colheres de sopa de molho de soja

2 colheres de sopa de gergelim torrado

2 cebolinhas fatiadas finamente

1 limão tahiti cortado em 4

E o charme destes espetinhos de canela? Além da beleza enchem o frango de sabor!

E o charme destes espetinhos de canela? Além da beleza enchem o frango de sabor!

Modo de Preparo

Pre aqueça o forno a 220 graus.

Misture o mel e o molho de soja até dissolver.

Se os paus de canela forem muito grossos, use um espeto de madeira ou mesmo a ponta de uma faca para fazer um furo no centro do cubo do frango para facilitar colocar o pau de canela. Coloque o pauzinho de canela em cada cubo de frango certificando-se de que atravessou o pedaço. O frango irá encolher ao assar e poderá “soltar” da canela.

Marinada de apenas 2 ingredientes e já!

Marinada de apenas 2 ingredientes e já!

Passe cada pedaço de frango pelo molho de mel e shoyo e coloque em uma forma forrada com papel manteiga. Leve ao forno e asse por 20 minutos virando os espetinhos na metade do tempo. Se o seu forno tiver a opção grill utilize-as nos 5 minutos finais para dar uma tostadinha. Você também poderá fazer estes espetinhos na frigideira (mais sujeira!) ou na churrasqueira (ideal!).

Após assados, coloque em um prato de serviço e polvilhe com as sementes de gergelim e espalhe as cebolinhas. Sirva com o limãozinho e uma deliciosa e refrescante taça de vinho branco!

Para acompanhar faça barquinhas de salsão recheadas de creme de gorgonzola e nozes. E finalize com espetinhos de frutas. Curta o seu Verão!

Acompanhamento delicioso para uma refeição de verão

Acompanhamento delicioso para uma refeição de verão

E no tema dos espetinhos...

Ainda no tema dos espetinhos…

DICAS:

  1. Esta marinada é apenas uma sugestão, mas você poderá usar lemmon pepper, mostarda, mel e limão siciliano, pimenta síria e óleo de gergelim…
  2. Eu já fiz esta receita como prato principal. Fica lindo servido no prato. Mas é preciso um pau de canela de, no mínimo 20 cm. Na zona cerealista, em São Paulo, e em algumas feiras livres é possível encontrar.

E se você gostou desta receita veja só o que o pessoal do #ColetivoGastronômico também preparou

IMG-20160119-WA0000

Coletivo de Verão

Cozinha Autoral – Chapatis

Panela e Paixão – Pudim de Coco com Calda de Frutas Vermelhas

Mosaico de Receitas – Risoto de Limão Siciliano

Brie com Goiabada – Lassi de Manga e Frapuccino para o Verão

Na Boroskinha – Taboule Doce

Minha Marmita Tem – Rolinhos de Abobrinha

Maratona Star Wars [Pipocas Saborizadas]

Olá!!!

Finalmente as férias acabaram e eu estou de volta ao trabalho. Bem… Quase. Eu voltei de férias, mas ainda tenho uma criança ávida por diversão por aqui! Bons tempos em que os acampamentos ou a casa da vó faziam esta alegria.

Mas, não bastando ser mãe e tendo que participar, entre uma jornada de 4 horas e outra, resolvi alegrar as tardes do pequeno (que já está tão grande 😦 ) com uma maratona dos episódios da saga Guerra nas Estrelas – prá quem não sabe foi com este título que cresci assistindo Luke e Leia Skywalker. A idéia era assistir 2 filmes por tarde para conseguirmos ir ao cinema, ver o episódio 7 ainda no final de semana.

Mas outra guerra se formava na minha galáctica cozinha… Como conseguir que uma espoleta prestes a sair do gatilho aguentasse mais de 4 horas sentado, prestando atenção na complicada trama entre o bem e o mal, numa sequência dos filmes não tão lógica para iniciantes no treinamento Jedi??? [Fui orientada por sites geeks a assistí-los na seguinte ordem: IV, V, I, II, III e VI].

Deliciosas pipocas, a resposta é! diria nossa sábio Master Yoda.

E não é que funcionou??!!

Por aqui adoramos pipocas fresquinhas e feitas na hora na panela pipoqueira. Mas um temperinho a mais não te leva prô lado escuro da Força, não é mesmo? Ainda mais se juntar a criançada na cozinha, dando seu toque especial! Aí o bem vence o mal!!

Pipoca ao Natural (Rende 8 xícaras)

Ingredientes

2 colheres de sopa de azeite

1/2 xícara de grão de milho próprio para pipoca

1 pitada de sal

Modo de Preparo:

Para fazer pipoca no fogão, basta combinar 2 colheres de sopa de azeite, 1/2 xícara de grãos de milho e uma pitada de sal kosher em uma panela grande em fogo médio-alto. Tampe a panela e deixe cozinhar até que os grãos comecem a estourar, agitando ocasionalmente para garantir que os grãos ainda não estourados desçam para o fundo da panela. Quando o espaço entre um estouro e outro for maior que 2 segundos retire a panela do fogo e despeje a pipoca em uma tigela. Isto irá resultar em 8 xícaras de pipoca quentinha necessárias para cada receita abaixo.

Pipoca com Manteiga Queimada, Alecrim e Limão Sicilano (Serve 2)

Foto: KitchenKonfidence

Foto: KitchenKonfidence

Ingredientes

3 colheres de sopa de manteiga sem sal

1 colher de sopa de folhas de alecrim fresco picado finamente

1/2 colher de chá de raspas de limão siciliano

8 xícaras de pipoca pronta (vide instruções acima)

pitada de sal

pitada de pimenta do reino moída na hora

Modo de Preparo:

Em uma panela, aqueça a manteiga em fogo médio. Assim que a manteiga espumar, reduza o fogo e espere que comece a escurecer. Você vai notar pequenas partículas no fundo da panela. Mexa com freqüência durante este processo e não descuide; a manteiga pode queimar em alguns segundos! Assim que começar a exalar um delicioso aroma de nozes e estiver um tom dourado, cerca de 4 minutos acrescente o alecrim e as raspas de limão, em seguida, despeje sobre a pipoca quente, mexendo vigorosamente. Tempere a gosto com sal e pimenta do reino moída.

Pipoca Picante com Sriracha e Limão Tahiti (Serve 2)

Foto: KitchenKonfidence

Foto: KitchenKonfidence

Ingredientes

3 colheres de sopa de manteiga sem sal, derretida

2 colheres de sopa de molho de pimenta Sriracha

1/2 colher de chá de raspas de limão tahiti

1 colher de chá de suco de limão

8 xícaras de pipoca pronta (vide instruções acima)

pitada de sal

pitada de pimenta do reino moída na hora

Modo de Preparo:

Misture a manteiga derretida, o molho de pimenta, as raspas de limão e o suco de limão e despeje lentamente sobre a pipoca quente, mexendo vigorosamente. Tempere a gosto com sal e pimenta do reino moída.

Esta versão é mais úmida e deve ser consumida imediatamente. E é também a minha preferida! 😉

Pipoca Mexicana com Queijo e Coentro (Serve 2)

Foto: KitchenKonfidence

Foto: KitchenKonfidence

Ingredientes

1/4 de xícara de queijo mexicano cotija, esfarelado (pode ser substituído por queijo meia cura ralado)

raspas de 2 limões

8 xícaras de pipoca pronta (vide instruções acima)

2 colheres de sopa de manteiga sem sal, derretida

2 colheres de sopa de coentro picado

pitada de pimenta cayena ou flocos de pimenta calabresa

Modo de Preparo:

Misture o queijo e as raspas de limão e reserve. Regue a pipoca quente com a manteiga derretida, mexendo vigorosamente. Polvilhe com o queijo e limão e finalize com a pimenta. Como o queijo já é salgado você não precisará de sal. Mas uma marguerita cai bem! 😉

E se a tua praia for pipoca doce, esta receita de Pipoca de Caramelo e Chocolate é perfeita para você!

"Por Um Mundo Mais Doce"

“Por Um Mundo Mais Doce”

Que a Força (para conseguir parar de comer!!!!!) Esteja com Você!

Fim de Férias [Ragú de Moela]

As férias acabaram. Oficialmente estou de volta a rotina. Trabalho, blog, casa, filho, almoço…

Imaginem só como não estava (ou está!!) a minha geladeira depois de 30 dias fora de casa, com um marido que passa bem vivendo de padoca, queijos e um “whiskynho”! 1 litro de leite, uma cebola brotando, manteiga, um pote de requeijão vazio! Acho que não sairia almoço. Precisaria ser muito MacGyver para conseguir cozinhar algo com somente isso.. Mas hoje me senti na obrigação de ir para o fogão e preparar o almoço. Só assim eu cairia na real que as férias acabaram!

Fuçando no freezer encontrei um pacote de moela. Não torça o nariz. Depois desta receita você vai me agradecer por alimentar uma família inteira pagando R$ 8,00 o quilo da proteína. Mais uma lata de tomate pelado, aquela cebola, vinho que sobrou de algum jantar e aquele pacotinho de sobras de verdura congeladas, que comentei aqui a importância de guardá-las… O almoço estava a caminho!

Ragú de Moela a Vinha D’Alhos (Serve 4)

Delicioso e Barato. Por que não?

Delicioso e Barato. Por que não?

Ingredientes:

1 kg de moela, limpas e cortadas ao meio

1 xícara de vinho tinto (ou branco)

4 dentes de alho

talos de salsão, salsinha, alho poró

pimenta do reino em grãos

1 colher de azeite de oliva

1 cebola fatiada finamente

1 lata de tomate pelado

1 colher de chá de sal

Modo de Preparo:

Coloque a moela em um saco para freezer, tipo ZipLoc grande e acrescente o vinho tinto, os dentes de alho, as ervas e os grãos de pimenta. Feche bem e deixe nesta marinada por 4 horas ou da noite para o dia, na geladeira. Se não tiver este tipo de saco pode colocar em uma tigela e cobrir com filme plástico.

Marinada de Vinha D'Alhos. Uma gourmetização na simples moela!

Marinada de Vinha D’Alhos. Uma gourmetização na simples moela!

Amarrar as ervas e aromáticos ajuda na hora de retirá-los

Amarrar as ervas e aromáticos ajuda na hora de retirá-los

Escorra a marinada e reserve. Na panela de pressão aqueça o azeite e refogue  a cebola por uns 5 minutos. Adicione a moela e frite bem ate ficar ligeiramente dourada. Acrescente os dentes de alho e as ervas amarradas, assim facilitará no momento de retirá-las, a marinada reservada e a lata de tomate pelado. Complete com água até cobrir toda a moela e deixe ferver. Assim que levantar fervura tampe a panela, reduza o fogo e cozinhe por 30 minutos. Desligue e deixe a pressão sair.

Abra a panela com cuidado e tempere com sal e pimenta do reino. Sirva sobre polenta ou massa a sua escolha.

DICAS:

  1. Caso queira servir como aperitivo, com torradas, não coloque o molho de tomate, acrescentando mais cado de frango ou água e deixe secar bem;
  2. Este lindo jogo americano que você vê na foto é da Rede Asta. Rede Asta é um negócio social que leva a consumidores em todo Brasil produtos de design feitos por grupos produtivos de regiões de baixa renda. Que tal dar uma olhada no site deles e conferir todos os produtos maravilhosos que eles fazem. Tem presente para o dia dos Pais, também!
Rede Asta Bom, Bonito e Do Bem!

Rede Asta Bom, Bonito e Do Bem!

Ceviche mais fresco, IMPOSSÍVEL!

 

Férias! Verão (aqui no Hemisfério Norte)! Praia! O que poderia ser melhor que uns dias numa ilhota semi deserta? Sair para pescar e fisgar o próprio almoço! SIM! 

O cenário foi a minúscula e paradisíaca Ilha Holbox, ao norte de Cancún. Um lugar com um acesso difícil, onde não entram carros e onde o ritmo de vida é o mais lento possível. Onde os dias parecem longos e as noites intermináveis…

Bem, esse sonho chegou ao fim, mas deixou maravilhosas lembranças. Memórias de que a vida pode ser descomplicada e o menos é MAIS!

Num dos passeios saímos para pescar num ritmo quase inerte, onde o profundo azul do oceano era o mais longínquo dos nossos planos para o futuro! Na verdade, tínhamos planos, sim! Pescar bons peixes pois este seria o nosso almoço. Eu quase não acreditei, mas aconteceu. Passamos a manhã pescando e logo depois das 3 da tarde estávamos comendo o ceviche mais fresco que podia imaginar na minha vida. Apenas 1 hora depois dos peixes terem deixado o mar, estavam nos nossos pratinhos com uma receita simples e deliciosa! ASSIM DEVE SER A VIDA!

 

Ceviche Simples

800 gr de peixe branco fresco* (no nosso caso, foi corvina pescada ao momento)

1 cebola roxa picada

2 tomate sem sementes picado

1 chili verde picado bem fininho

suco de 16 limões

1 colher de sopa de coentro picado

sal a gosto

 

Cortar o peixe em cubos pequenos de, aproximadamente, 1,5cm e misturar com a cebola, o chili e o sal. Misturar e acrescentar o suco de limão e uns cubos de gelo para esfriar o ceviche. Misture rapidamente e retire o gelo antes que derreta. Acrescente o coentro e sirva. Acabou a receita. Simples assim! Pode até ser preparada num barquinho de pescador!

Este ceviche foi servido com totopos (tortillas de milho frita), mas os peruanos, que reconhecem como sua a receita de ceviche recomendam servir com milho cozido, batata doce e folhas de alface!

*Como reconhecer se um peixe está fresco:

– O peixe não deve ter aquele “cheiro de peixe” forte e desagradável. O peixe fresco cheira a mar limpo! Aquele que entramos e mergulhamos!

– O olho deve estar brilhante e as escamas também devem ser brilhantes e presas ao corpo. Escamas soltas significa peixe em decomposicão. Argh!

– Se possível aperte o peixe com os dedos indicador e médio. A carne deve estar firme e as gueljas avermelhadas.