Que tal gourmetizar o seu jantar? [Papilote de Tilápia com Legumes]

A gourmetização da comida já está ficando uma chatice. Ninguém mais come nada simples. Tudo tem que ter espumas, lascas, cama, pétalas. Prá mim, isso tudo, na verdade, é a “marketingzação“. Afinal, a propaganda é a alma do negócio, não é mesmo?

Não tem nada de novo no reinado por aí, apenas o nome. Você sai para comer e vê um cardápio cheio de adjetivos que não eram próprios da culinária enfeitando o bom e velho bolovo, por exemplo. Aquele ovão de boteco que recheava o croquete de carne, agora tem pesto de hortelã na massa de quibe pulverizado com azeite de trufas. Oi???

E a coxinha? Quer mais sofrimento na hora de comer uma coxinha que por sua natureza é o salgado de balcão do bar no centro da cidade, mas que já tem gente usando garfo e faca e toques de pimenta amazônica colhidas por índios da tribo Baniwa… Brigadeiros, churros, pastel, dogão… Nada foi perdoado!!

E assim, ninguém me convida mais para jantar achando que eu só como comida gourmet, que eu só cozinho coisa phyna. Então vamos lá. Vou ensinar a transformar o teu filé de tilápia com legumes em um Papillote de Saint Pierre com Serpentina de Legumes, ou se o jantar for mais para o estilo italiano vá da Cartoccio di Pesce!! E aí pode me convidar!

Papilote de Tilápia com Legumes (Serve 4)

Até que não é difícil colocar um raio gourmetizador no peixe de todo dia!

Até que não é difícil colocar um raio gourmetizador no peixe de todo dia!

Ingredientes:

8 retângulos de papel manteiga de aproximadamente 20cm x 30cm

4 filés de tilápia

1 cebola pequena fatiada em “meia-lua”

1 cenoura pequena fatiada com o descascador de legumes para fazer tiras fininhas – “serpentinas”.

1 abobrinha pequena fatiada com o descascador de legumes para fazer tiras fininhas, somente a casca verdinha (use o miolo para purê ou uma sopinha)

16 tomatinhos uva

100gr de shimeji branco

1 raminho de endro

4 folhinhas de capim limão

1 pimenta dedo de moça, opcional

1 limão siciliano, suco e raspas da casca

sal, pimenta do reino moída na hora e azeite de oliva, a gosto

Para gourmetizar o seu prato a regra número 1 são ingredientes de qualidade!

Para gourmetizar o seu prato a regra número 1 são ingredientes de qualidade!

Modo de Preparo:

Aqueça o forno a 200 graus.

Em uma assadeira grande, coloque 1 retângulo do papel manteiga. Sobre ele, no sentido do comprimento, coloque 1/4 da cebola, 1/4 da abobrinha, 4 tomatinhos cortados ao meio, 1/4 do shimeji. Tempere com 1/4 das ervas, e coloque 1 pedacinho de pimenta dedo de moça se estiver usando. Coloque o filé de tilápia sobre esta “cama” de legumes e tempere com sal, pimenta, o suco e as raspas do limão e 1 fio de azeite. Coloque outro retângulo do papel manteiga sobre o peixe e feche as laterais dobrando várias vezes, formando um cartoccio ou papillote, para que o vapor, nem os líquidos do cozimento escape.

Cama de Serpentina de Legumes

Cama de Serpentina de Legumes

Repita esta operação com os restante dos ingredientes até obter 4 porções. Leve a assadeira ao forno pré aquecido e asse por 20 minutos.

Retire os envelopes do forno e com muito cuidado coloque-os no prato de servir. Abra a parte superior cortando com a tesoura e sirva em seguida dentro do próprio cartoccio.

Um cartoccio recheado de sabor em apenas 30 minutos

Um cartoccio recheado de sabor em apenas 30 minutos

Na minha versão phyna, servi com um simples couscous marroquino somente ao vapor. Coloque colheradas do couscous dentro do cartoccio e o próprio líquido do cozimento irá temperá-lo. Fica muito bom. E pode me convidar!

DICAS:

  1. Esta técnica pode ser usada com qualquer tipo de peixe e legumes. A única atenção é cortar todos os ingredientes em tamanhos que cozinhem por igual;
  2. Além de muito saudável esta técnica não suja nem mesmo a assadeira! E você pode se arrumar e ficar uma DIVA para receber seus convidados – no caso, EU!, enquanto o prato cozinha.
  3. Use e abuse da criatividade. Frutos do mar ficam deliciosos se cozidos assim, também. Peito de frango é uma opção. Fica muito mais suculento. Porém o tempo de cozimento será de 45 minutos.

Leveza [Hummus Verde de Abacate]

Leve é o pássaro:

e a sua sombra voante,
mais leve.

E a cascata aérea
de sua garganta,
mais leve.
E o que lembra, ouvindo-se
deslizar seu canto,
mais leve.
E o desejo rápido
desse mais antigo instante,
mais leve.
E a fuga invisível
do amargo passante,
mais leve.

( Cecília Meireles )

Hummus Verde de Abacate e Ervas (adaptado de Inspired Taste)

hummus verde1

Ingredientes:

1/4 de xícara de Tahine (pasta de gergelim)

1/4 de xícara da suco de limão siciliano (aproximadamente 1 limão grande)

2 colheres de sopa de azeite de oliva

1/2 xícara de salsa fresca picada

1/4 de xícara de estragão fresco picado

3 colheres de sopa de cebolinha francesa picada

1/4 de xícara de hortelã fresca picada

1 dente de alho grande, picado

1 avocado Hass

380gr de grão de bico cozido e escorrido (eu uso o em conserva da Camil, acho prático)

1/2 colher de chá de sal

1 a 2 colheres de sopa de água, opcional

Para servir:

toletes de cenoura, branqueados

ervilha torta, branqueadas

rodelas de pepino

rodelas de rabanete

Modo de Preparo:

Bata o tahine e o suco de limão até forma uma pasta homogênea e suave. Coloque no processador de alimentos e adicione o azeite, as ervas e o alho. Processe na velocidade máxima, por 1 minuto, raspando as laterais do copo do processador, se necessário.

Você vai sujar 1 utensílio só!

Você vai sujar 1 utensílio só!

Acrescente metade dos grãos de bico e meio avocado ao processador e processe, por 1 a 2 minutos até que a mistura esteja leve e suave. Caso a consistência não esteja bem homogênea, bata no modo pulsar por algumas vezes para tudo se integre. Raspe a tigela do processador e adicione o restante dos grãos de bico e a outra metade do avocado. Processe novamente até obter uma mistura leve, suave e bem incorporada. Se o humos estiver muito grosso e julgar necessário, com o processador ligado, acrescente água em 1/2 colher de sopa por vez e vá testando a consistência desejada.

Coloque o hummus em um prato de servir, decore com 1 fio de azeite e ervas picadas. Sirva com os legumes como salada.

Para uma salada de legumes ou um lanche rápido, aposte neste receita!

Para uma salada de legumes ou um lanche rápido, aposte neste receita!

DICAS:

  1. Você pode usar qualquer combinação de ervas que desejar;
  2. Este hummus também pode ser servido com torradas para uma entrada ou até passado no pão para um sanduíche.

Deixa chover!

Sabe aqueles dias que tudo o que você precisa é uma comida boa, reconfortante e rápida?

Assim aconteceu comigo, também. Esta temporada de chuvas é muito abençoada já que estamos nesta crise hídrica por toda a região sul. Mas, especialmente em São Paulo, é um tormento um temporal cair bem na hora do rush. As 6 da tarde ninguém merece que o mundo desabe. Mas mesmo assim ele desaba! E nos mostra que percorrer 18 quilômetros em 2 horas não é para os fracos de temperamento! Semáforos apagados, ruas alagadas, motoristas mal educados e sem paciência… A rua se torna um ringue e salve-se quem tiver um Hammer.

O ditado que diz que uma mulher prevenida vale por duas nunca foi tão válido, nestes dias. Um pouco antes de sair para esta “luta de final de tarde” fiz uma limpeza no meu freezer e encontrei no fundinho, esquecido, abandonado um pacote de massinha para gyoza que havia comprado já há bastante tempo no bairro da Liberdade. Transferi para a geladeira, pois pensei “vai que… nestes dias corridos é sempre bom ter algo fácil à mão”.

De volta em casa tudo o que eu queria era o telefone do disk pizza, mas saberia que até o entregador demoraria horas para chegar. O negócio era mesmo arregassar as mangas e preparar um jantar em 15 minutos! Um pouco mais rápido que a receita do bacalhau da semana passada!

Tendo a mão as massas de gyoza foi fácil sorrir novamente. Abri a geladeira encontrei o que tinha por perto sem escolher muito: cenoura, cebola, um repolho pela metade, alguns cogumelos.

E o jantar está na mesa.

Gyoza de Shitake (Serve 12 dumplings)

Um sol no céu nublado!

Um sol no céu nublado!

Ingredientes:

1/2 pacote de massa para gyoza (o pacote vem com 24 discos, mas eu dividi em duas receitas, veja DICAS)

2 colheres de chá de óleo de gergelim (pode usar qualquer outro óleo vegetal neutro)

2 xícaras de cogumelo shitake picado (pode substituir por qualquer cogumelo)

1 colher de chá de molho de soja

1 xícara de repolho fatiado finamente

1/4 de xícara de cebolinha verde picadinha

1 colher de chá de gengibre picado finamente

1 colher de chá de alho picado finamente

1 colher de chá de vinagre de arroz (pode usar o vinagre comum)

1 colher de chá de pasta de misô (opcional)

Molho para acompanhar:

6 colheres de sopa de molho de soja (eu usei o reduzido em sódio)

3 colheres de vinagre de arroz

pitada de pimenta calabresa

cebolinha verde picadinha

Modo de Preparo:

Em uma frigideira aqueça 1 colher de chá do óleo e acrescente os cogumelos. Salteie por 1 minuto até que fiquem brandos. Acrescente os demais ingredientes e refogue por mais 2 minutos. Desligue o fogo e deixe esfriar para rechear as massa.

Para rechear as massas:

1, 2, 3 gyoza japonês!

1, 2, 3 gyoza japonês!

É importante que o recheio esteja morno, quase frio. Pincele a massa com água (como fazemos com pastel). Coloque uma colher de sopa de recheio no meio da massa, dobre-a ao meio e vá “beliscando” para fechar. (Sinto muito mas esta parte foi impossível fotografar sozinha! 😀 ). Se não conseguir feche como pastel! Continue até rechear toda a massa.

Em uma frigideira, coloque 1 colher de chá de óleo de gergelim e acrescente os gyozas. Tampe de deixe fritar por 3 minutos, ou até que o fundo esteja dourado. Eu gosto de virá-los e deixar “bronzeado” dos lados, também – gyoza brasileiro!

Gyozas bronzeado nipo brasileiros

Gyozas bronzeados nipo brasileiros

Acrescente 1/4 de xícara de água à frigideira, volte a tampar e deixe cozinhar em fogo baixo por 2 minutos, até que  a água evapore e os gyozas estejam cozidos.

Misture todos os ingredientes do molho e sirva estas delicias puro ou com legumes salteados (eu usei um pacote de legumes congelados que tinha no freezer – mescla tailandesa!!).

DICAS:

  1. Eu fiz também de carne de porco moída. Substitua os cogumelos por 300gr de carne de porco suina e refogue até ficar dourada. Acrescente os demais ingredientes e siga o restante das instruções de preparo. Carne de frango também é uma sugestão.
  2. Os gyozas também podem ser preparados no vapor. Coloques-os em uma vaporeira e cozinhe por 10 minutos.

    Comida reconfortante, fácil e rápida

    Comida reconfortante, fácil e rápida