Para ser rápido, fácil e cheio de sabor [Curry de Frango e Grão de Bico]

Com a volta do frio nas noites paulistanas as sopas e os cozidos são sempre parte do cardápio aqui em casa. Para sair um pouco da rotina e do vício de abrir os potinhos de sopa Cook It (são tão deliciosos e tão fáceis que é impossível não viciar!) resolvi o jantar da noite passada em questão de minutos.

Somos muito fãs de comidinhas apimentadas e termogênicas. Por isso sempre tenho um pedacinho de gengibre no congelador e umas pimentas rolando pelas gavetas da geladeira. E foi assim que este delicioso Curry de Frango estava aquecendo nossos estômagos em, quase, um piscar de olhos.

Claro que um tiquinho de vontade de cozinhar e uma despensa bem abastecida fazem muita diferença na hora do jantar. Por isso, dê uma olhada aqui para dicas importantes de ingredientes que você deveria sempre manter estocado! E vamos cozinhar!

Curry de Frango e Gão de Bico (Serve 4)

Quase um fast food. Mas o resultado é muito mais duradouro!

Quase um fast food. Mas o resultado é muito mais duradouro!

Ingredientes:

600g de peito de frango cortado em cubinhos, preferencialmente orgânico

1 colher de sopa de curry em pó

1 colher de sopa de azeite de oliva

1 cebola média fatiada

2 dentes de alho picados

1 pedacinho de gengibre ralado, aproximadamente 1 colher de chá

1/2 xícara de caldo de frango ou legumes caseiro – se não tiver use água

200ml de leite de coco

250g de grão de bico cozido – eu usei o da marca Vapza

1 pimenta dedo de moça fatiada finamente

sal e pimenta do reino, o quanto baste

1/2 xícara de folhas de coentro

1/4 xícara de cebolinha verde picada.

Modo de Preparo:

Tempere os cubinhos de frango com o curry em pó e reserve. Em uma panela aqueça o azeite e doure a cebola, sem queimar. Acrescente o alho e o gengibre ralado e refogue até ficar macio. Junte o frango, espalhando bem na panela para que dourem por igual. Não mexa por uns 3 minutos até que comece a desgrudar da panela. Se você ficar mexendo diminuirá a temperatura de cozimento e terá um frango borrachudo.

Junte o caldo de frango e deixe ferver. Assim que ferver, coloque o grão de bico, o leite de coco, a pimenta dedo de moça e tempere com sal e pimenta do reino a seu gosto e volte à fervura para aquecer.

Antes de servir salpique por cima do cozido as folhas de coentro e a cebolinha picada. Pode ser servido com arroz e pão chapati. Eu uso esta receita de Piadina que fica perfeita!!!

Bom apetite!

Curry2

Uma despensa bem abastecida resulta num prato rápido, variado e cheio de sabor!

DICAS:

  1. Esta base de curry eu faço sempre e vou variando os ingredientes. Para um curry vegetariano troque o frango por abóbora cabochá e couve flor. Fica incrível!
  2. Se você é fã de frutos do mar, camarões também ficam deliciosos neste cozido. Ao final, esprema 1 limão sobre a preparação e sirva!

Conforte-me… [Ovos no Purgatório – Shakshuka]

Quando penso em comfort food logo me vem a mente uma panela borbulhando, quentinha, com molho; um cozido. Hummm. Isso me conforta muito.

Esta semana que passou e que o blog ficou estático sem nenhuma história nem receita, foi uma correria danada. Como falei aqui neste post lancei, com uma amiga, uma linha de refeições semi prontas. Isso é muito legal, mas o trabalho e a dedicação envolvida são enormes. Precisa amar muito o que se faz. Ainda por cima, fazendo tudo: receitas, embalagens, fotos, reuniões, enregas, site. Tudo com as próprias mãos – literalmente!

E a chuva e o trânsito de São Paulo são grandes vilões neste momento. Todas as tardes chegava em casa exausta, molhada e louca por uma comidinha que me aquecesse e me preparasse para a batalha do dia seguinte. Muitos destes dias, abri um pote de sopa #FlavorBowl e me deliciei. Mas como na casa de ferreiro também tem espeto de pau… Me vi sem estoque para consumo próprio e quase sem ingredientes na despensa para preparar uma refeição. Logo eu? Mas não há de ser nada não. Como falei, uma panela de molho borbulhando e alguns ovos reinam absolutos por aqui!

Ovos no Purgatório ou Shakshuka (Serve 4)

Shakshuka, em Israel, Ovos no Purgatório na Itália, Comfort Food aqui em casa!

Shakshuka, em Israel, Ovos no Purgatório na Itália, Huevos Rancheros, no Mexico, Comfort Food aqui em casa!

Ingredientes:

1 colher de sopa de azeite de olive

1 cebola grande picada

2 dentes de lho picados

1/2 pimentão amarelo picado

1/2 pimentão vermelho picado

1 pimenta malagueta verde, picadinha

1 colher de sopa de páprica picante

1 colher de chá de cominho em pó

1 lata de tomate pelado picados

4 ovos, preferencialmente orgânicos (os meus foram muito especiais, pois vieram de “galinhas felizes”. Ganhei do Ricardo Cury – ele é dono do Rosima, onde tem A MELHOR esfiha e A MELHOR coxinha de São Paulo. Vai por mim!)

sal e pimenta do reino, o quanto baste

salsinha e coentros, picados

Use o que tiver na geladeira ou na despensa. Só não deixe de preparar

Use o que tiver na geladeira ou na despensa. Só não deixe de preparar

Modo de Preparo:

Aqueça o forno a 200 graus.

Em uma frigideira que possa ir ao forno, aqueça o azeite e refoque a cebola e o alho, sem deixar queimar, por uns 5 minutos. Adicione os pimentões e a pimenta e, em fogo baixo, refoque por 5 minutos até que os legumes comecem a ficar mais tenros. Se necessário, coloque um pingo de água.

Tempere com a páprica e o cominho e mexa bem para misturar. Acrescente os tomates e tempere com o sal e a pimenta. Tampe e deixe cozinhar, em fogo baixo, por 10 minutos.

Faça um “buracos” no molho e, com cuidado, quebre os ovos dentro deles sem deixar a gema se romper. Leve ao forno por 5/7 minutos ou até que as claras cozinhem mas a gema fique bem suave.

Retire do forno e polvilhe as ervas frescas. Sirva imediatamente da própria panela com um pão tostado e coalhada ou iogurte, como feito em Israel ou sobre polenta mole, na Itália! A DO RO esta globalização! 🙂

Esta gema ensolarou minha tarde chuvosa!

Esta gema ensolarou minha tarde chuvosa!

DICAS:

  1. Eu usei o que eu tinha em casa. Podem ser pimentões verdes, também.
  2. Se quiser dar uma incrementada, acrescente feijões brancos ao molho ou até mesmo fatias de linguiça defumada.
  3. Caso sua frigideira não seja própria para ir ao forno, prepare o molho em uma panela, depois despeje em um refratário que posso ir ao forno.
  4. Este prato é muito versátil: pode ser servido do café da manhã ao jantar, do brunch ao lanche da tarde.

É canja, é canja, é canja de galinha

O post de hoje é um tanto preguiçoso. Bem, preguiçoso, na verdade, não é. Só não tem uma história para acompanhá-lo porque por aqui a vida anda cheia de som e fúria! Do jeito que eu gosto, mas quase não estou dando conta. Mais prá frente conto o porquê de tanta coisa acontecendo ao mesmo.

Por enquanto, esfriou de novo e isso pede uma boa sopa. Sopa não, canja!

Canja de Galinha (Serve 4)

Canja3Ingredientes:

1 colher sopa de azeite de oliva

1 cebola pequena, picadinha

2 dentes de alho, picadinho

1/2 xícara de arroz cru (eu usei Basmati, pois tem menos amido e fica mais soltinho, mas agulhinha serve também)

2 tomates italianos, sem pele e sem sementes (concasse) cortados em cubinhos

1 cenoura cortada em cubinhos

1,5 litros de caldo de frango*

2 mandioquinhas cortadas em cubinhos

1/4 de xícara de ervilhas congeladas

4 coxas de frango cozidas no caldo*, desfiadas em pedaços grandes (aqui em casa somos de carne escura, mas pode-se usar peito também! Neste caso reduza para 2)

Sal e pimenta do reino a gosto

Folhas de hortelã cortadas chiffonade

Canja1

Canja2Modo de Preparo:

Em uma panela grande aqueça o azeite e refogue a cebola e o alho em fogo baixo até murcharem, sem deixar dourar. Acrescente o arroz e continue refogando por mais 1 minuto. Coloque os tomates, a cenoura e o caldo de frango. Aumente o fogo e deixe ferver. Quando levantar fervura, abaixe o fogo novamente, tampe a panela e conte 5 minutos. Após este tempo, acrescente a mandioquinha e conte mais 5 minutinhos. Está quase pronta… Após os 5 minutos, adicione as ervilhas e o frango desfiado. Mais 5 minutos de cozimento e está pronta! Todos os legumes e o arroz terão a mesma textura!

Tempere com sal e pimenta. Eu usei muito pouco sal. O caldo está cheio de sabor e isto me faz reduzir drasticamente o sódio da preparação. Confesso que fica quase adocicada devido a cenoura e a mandioquinha. Mas com mais sabor de legumes e muuuuuito mais saudável!

Canja4Antes de servir polvilhe com as folhinhas de hortelã. Ligue a tv, agarre um cobertor e mime-se!

DICAS:

  1. *Para preparar o caldo de frango (ou de carne, ou de legumes) eu vou juntando e congelando ossos, aparas, ponta de legumes, cascas, talhinho de salsinha, salsão, etc. bag_of_vegetable_scrapsColoco tudo em uma panela, cubro com água e deixe cozinhar em fogo baixo. Neste caso, coloquei as coxas de frango, sem a pele, para cozinhar neste caldo por 1 hora. Coe o caldo sobre uma fralda ou uma mousseline. Eu tenho estes paninhos só para isso na cozinha. Se achar que o caldo está muito gorduroso, deixe esfriar que a gordura se solidificará na superfície. Você se lembra da Receita de Rabada Light? Retire com uma colher e utilize o caldo. Eu tenho esta super jarra da marca Oxo própria para coar caldos! 😉 O caldo que não utilizar pode ser congelado por até 3 meses!