Páscoa no #ColetivoGastronômico [Cestinhas de Parmesão com Salada Cremosa de Camarão]

Já estamos na semana da Páscoa e você ainda não se decidiu o que vai preparar para celebrar esta data tão especial?

Eu sempre gostei de comemorar a Páscoa com o bacalhau na sexta-feira e uma bela Paleta de Pernil ou Cordeiro no domingo. Estas foram as minhas sugestões do ano passado – Confit de Bacalhau e Costeletas de Cordeiro. Mas sempre derrapo nas entradas e sobremesas. Para isso o #ColetivoGastronômico resolveu montar uma sugestão de cardápio bem bacana para quem quer fugir do trivial mas ainda ter uma mesa farta, deliciosa e com pouco trabalho. São sugestões de entradas, pratos principais e sobremesas de dar água na boca!

Eu optei por passar para vocês uma receita de entrada que é super elegante, mas bem fácil de fazer. Só as cestinhas de parmesão vão tomar um pouco mais de tempo. A salada é quase só misturar os ingredientes.

Há um truque bem bacana para deixar os camarões super tenros e nada borrachudos. Sabe aquele coquetel de camarão que você comeu um dia e nunca mais esqueceu? Então! Fui atrás de muita pesquisa e descobri o pulo do gato. Na verdade são dois truques: o primeiro é deixar o camarão descansar por 30 minutos numa mistura de sal e bicarbonato. Esta mistura ajuda a deixá-lo mais tenro e suculento

O segundo é inverter o processo de cozimento. Ao invés de colocá-los em água fervente para cozinhar, vamos começar com água fria e deixar que ferva com os camarões já na panela até que fiquem rosados!

Vamos, então, transformar estes truques fisio-quimícos em uma deliciosa salada para seu feriado de Páscoa!

Cestinhas de Parmesão com Salada Cremosa de Camarão (Serve 8)

Elegante e fácil de preparar esta entrada lhe renderá muitos elogios

Elegante e fácil de preparar esta entrada lhe renderá muitos elogios

Ingredientes:

2 xícaras de queijo parmesão ralado fino (use um queijo parmesão duro. Não caia na tentação de usar um queijo “tipo” parmesão, pois ficará “puxa” e não crocante)

450g de camarões descascados e limpos

1/2 colher de chá de sal

1/4 colher de chá de bicarbonato de sódio

1 cebola roxa média picada

3 colheres de sopa de suco de limão (eu usei siciliano)

1 talo médio de salsão picado

1/2 xícara de creme azedo (aqui ensino como fazer)

1/2 xícara de maionese (eu usei maionese caseira)

1 colher de sopa de salsa fresca picada

1 colher de sopa de dill fresco picado

1 colher de sopa de cebolinha picada

sal e pimenta do reino, o quanto baste

Com uma faquinha faça um corte nas "costas" do camarão e com a ajuda de um palito de dentes retire a tripa lavando-o em seguida, antes de prepará-lo.

Com uma faquinha faça um corte nas “costas” do camarão e com a ajuda de um palito de dentes retire a tripa lavando-o em seguida, antes de prepará-lo.

Modo de Preparo:

Em uma tigela média, misture o camarão, o sal e o  bicarbonato de sódio e misture bem. Leve à geladeira por, pelo menos, 30 minutos até 1 hora. Em outra tigela misture cebola e suco de limão e reserve na geladeira até o momento de montar a salada.

Enquanto o camarão descansa prepare as cestinhas de parmesão.

Coloque uma quantidade de aproximadamente 4 colheres de sopa de queijo parmesão em uma frigideira pequena, anti-aderente e leve ao fogo alto para derreter. Assim que as bordas começarem a dourar, com a ajuda de uma espátula levante as bordas e retire a “rendinha de queijo” com bastante cuidado para não se queimar. Verta sobre um copo virado de boca para baixo para dar o formato da cestinha. Com a ajuda de um pano de prato limpo, pressione o queijo ao redor do copo, com cuidado para não quebrar, e deixe esfriar. Escolha um copo de acordo com o tamanho do fundo da cesta que você deseja preparar. Para esta entrada eu utilizei um copo com o fundo de 4 cm.

Deixe o queijo derreter e as bordar ficarem douradas antes de retirar .

Deixe o queijo derreter e as bordar ficarem douradas antes de retirar .

Pascoa5

Cuidado para não deixar muitos “furos” na cestinha e não vazar o recheio! 😉

Passado o tempo de descanso do camarão encha uma tigela grande com água e gelo e uma uma panela média com água fria. Adicione o camarão à panela e leve para cozinhar em fogo alto. Cozinhe, mexendo ocasionalmente, até que os camarões estejam cor de rosa e ligeiramente cozidos. Se preferir ser mais exato, utilize um termômetro até que a temperatura da água atinja 80 graus.Transfira, imediatamente, os camarões cozidos para o banho de gelo. Escorra bem, descartando gelo.

Deliciosa, refrescante e muito versátil esta salada arrancará elogios de seus convidados!

Deliciosa, refrescante e muito versátil esta salada arrancará elogios de seus convidados!

Pique o camarão em pedaços pequenos, reservando 8 para a decoração dos pratos. Transfira para a tigela que contém a cebola e o salsão e adicione o restante dos ingredientes. Tempere com sal e pimenta. Recheie as cestinhas de parmesão, já frias, decore com o camarão inteiro e folhas de ervas frescas. Sirva em seguida.

De encher os olhos e a boca de água!

De encher os olhos e a boca de água!

DICAS:

  1. Estas cestinhas podem ser recheados de risoto para um parto principal. Se guardadas adequadamente em um recipiente com tampa hermética duram até 1 semana bem crocantes;
  2. Esta salada também pode ser servida como um “dip”. Pique os camarões bem muidiunho e sirva com torradinhas ou pã sueco.

E agora dê uma passada nos blogs do #ColetivoGastronômico deste mês  para ver as demais receitas que elaboramos para você. Feliz Páscoa!

coletivo

Brie com Goiabada – Croquetes de Atum

Na Biroskinha – Moqueca de Banana da Terra

Pimenta na Cozinha – Bacalhau Cremoso com Mini Alcachofras

Panela e Paixão – Pudim de Chocolate

Cozinha da Gertrudes – Ovo de Colher

O que temos hoje, Elisa? – Pão de Páscoa

#ColetivoGastronômico [Granita de Figos e Vinho do Porto]

Ufa! Mas está quente por aqui em minha gente? Acho que é o verão mais quente que eu me lembre…

Pensando nessa onda de calor o #ColetivoGastronômico deste mês não poderia ser melhor! Sobremesas geladas. Por mim, eu chuparia gelo com caldinha de caramelo kkkkk

Até que a idéia não era de toda ruim. Assim fui pensar em algo que pudesse ser um gelinho docinho e refrescante! Não sou muito fã de fazer sorvetes em casa pois não tenho sorveteira e as receitas que testei ainda não deram muito certo. Exceto por uma uma receita infalível de semifreddo da Nigella. Qualquer hora posto ela aqui.

Quando comentei com meu marido a sobremesa que faria ele disse: “E alguém precisa de receita de raspadinha?”. Juro que fiquei magoada. Ele pisou no meu calo!…

Figo é minha fruta preferida. Amo figos assados com mel, porto e mascarpone. Plim! Uma ideia. Por que não, ao invés de assados, não servir figos congelados?

Taí. Quero ver você chamar esta sobremesa deliciosa, refrescante e requintada de raspadinha, Sr. Marido!!! 😉

Granita de Figos e Vinho do Porto com Mascarpone (Serve 4)

De raspadinha a sobremesa requintada num piscar de olhos ;)

De raspadinha a sobremesa requintada num piscar de olhos 😉

Ingredientes:

8 figos frescos bem maduros

1/3 de xícara de açucar demerara

1 raminho de tomilho limão

4 colheres de vinho do porto (ou qualquer outro vinho de sobremesa)

raspas e suco de 1 limão

queijo mascarpone (para servir)

mel (para servir)

Folhinhas de tomilho limão (para servir)

A notícia de que o verão chegou!

A notícia de que o verão chegou!

Modo de Preparo:

Lave bem e corte os talinhos dos figos. Corte-os em 4 e coloque em uma panela. Acrescente o açucar e o raminho de tomilho e leve para cozinhar em fogo muito baixo. Após 10 minutos os figos deverão estar bem macios e ter soltado bastante líquido. Junte o vinho, as raspas e suco de limão e aumente o fogo e deixe ferver por 1 minuto apenas para evaporar o alcool.

Neste ponto pode até virar compota!!

Neste ponto pode até virar compota!!

Desligue o fogo e retire o raminho de tomilho. Experimente o purê, pois se os figos não estiverem bem maduros talvez você queira adicionar um pouco mais de açucar ou mel. Se for utilizar açucar faça-o com xarope. Explico nas DICAS deste post como fazer..

Coloque os figos já cozidos em um processador de alimentos ou com o mixer, faça um purê bem lisinho com os figos. Coloque em um recipiente raso que possa ir ao freezer. Quanto mais raso melhor, pois congelará mais rapidamente.

Após 2 horas verifique a textura e raspe com um garfo para fazer a sua “raspadinha”. Misture e volte ao freezer por mais 2 horas. Repita o procedimento de raspar.

Caso não tenha máquina de sorvete, o garfo é o grande aliado.

Caso não tenha máquina de sorvete, o garfo é o grande aliado.

Coloque em tacinhas. Eu usei mini taças de martini que acho muito charmosas. Acrescente 1 colherada de queijo mascarpone e um fio de mel. Polvilhe com as folhinhas de tomilho limão.

Refresque-se elegantemente! 😉

Desfrute do verão com esta deliciosa sobremesa.

Desfrute do verão com esta elegante sobremesa.

DICAS:

  1. Caso você não encontre tomilho limão, ou não goste, pode substituir por alecrim ou lavanda;
  2. Se os figos estiverem mais secos e menos suculento, talvez seja necessário acrescentar um pouquinho de água quando for processá-los.

E como todo mês, aqui estão as deliciosas receitas de sobremesas geladas do #ColetivoGastronômico:

Como não se refrescar neste verão?!?!

Como não se refrescar neste verão?!?!

Na Boroskinha – Musse light de Graviola com Calda de Melancia

Pimenta na Cozinha – Taça de Creme de Gemas e Leite de Coco

Brie com Goiabada – Pirulitos de Sorvete

O que temos hoje, Elisa? – Pavê de Cookies

Panela e Paixão – Pavê de Banana com Chocolate no copinho

Cozinha da Gertrudes – Romeu e Julieta

 

 

 

Coletivo de Verão [Espetinho de Frango na Canela]

Quando eu penso em comidas de verão não penso logo de cara em saladas. Por aqui, salada é defaut. Faça chuva ou faça sol, frio ou calor, nosso prato de salada sempre está na mesa.

Para mim, comida de verão, ou melhor, comida para se comer no verão, me lembra algo como férias, praia, piscina, comer com as mãos… Petiscar, talvez seja a palavra que estou procurando. Adoro comer ao ar livre, mais à vontade, sem tantas formalidades. A comida de verão também conota algo que pode ser comido frio, sem pressa, como num piquenique.

Pensando nisso para o post do mês #ColetivoGastronômico, cujo tema é Comida de Verão fugi um pouco da tradicional salada (!) e resolvi preparar uma finger food que fez o maior sucesso quando postei a foto no Instagram. A receita é muito fácil e leva apenas alguns ingredientes, mas tem um charme incomparável! Veja se não tenho razão? 😉

Espetinhos de Frango na Canela (Serve 6)

Quente ou frio esta receita é uma deliciosa pedida para o verão!

Quente ou frio esta receita é uma deliciosa pedida para o verão!

Ingredientes

2 peitos de frango sem pele e sem osso, de preferência orgânicos, cortados em cubos de aproximadamente 3cm

24 pauzinhos de canela os mais finos que conseguir (ou cartados ao meio no sentido do comprimento)

1 colher de sopa de mel

2 colheres de sopa de molho de soja

2 colheres de sopa de gergelim torrado

2 cebolinhas fatiadas finamente

1 limão tahiti cortado em 4

E o charme destes espetinhos de canela? Além da beleza enchem o frango de sabor!

E o charme destes espetinhos de canela? Além da beleza enchem o frango de sabor!

Modo de Preparo

Pre aqueça o forno a 220 graus.

Misture o mel e o molho de soja até dissolver.

Se os paus de canela forem muito grossos, use um espeto de madeira ou mesmo a ponta de uma faca para fazer um furo no centro do cubo do frango para facilitar colocar o pau de canela. Coloque o pauzinho de canela em cada cubo de frango certificando-se de que atravessou o pedaço. O frango irá encolher ao assar e poderá “soltar” da canela.

Marinada de apenas 2 ingredientes e já!

Marinada de apenas 2 ingredientes e já!

Passe cada pedaço de frango pelo molho de mel e shoyo e coloque em uma forma forrada com papel manteiga. Leve ao forno e asse por 20 minutos virando os espetinhos na metade do tempo. Se o seu forno tiver a opção grill utilize-as nos 5 minutos finais para dar uma tostadinha. Você também poderá fazer estes espetinhos na frigideira (mais sujeira!) ou na churrasqueira (ideal!).

Após assados, coloque em um prato de serviço e polvilhe com as sementes de gergelim e espalhe as cebolinhas. Sirva com o limãozinho e uma deliciosa e refrescante taça de vinho branco!

Para acompanhar faça barquinhas de salsão recheadas de creme de gorgonzola e nozes. E finalize com espetinhos de frutas. Curta o seu Verão!

Acompanhamento delicioso para uma refeição de verão

Acompanhamento delicioso para uma refeição de verão

E no tema dos espetinhos...

Ainda no tema dos espetinhos…

DICAS:

  1. Esta marinada é apenas uma sugestão, mas você poderá usar lemmon pepper, mostarda, mel e limão siciliano, pimenta síria e óleo de gergelim…
  2. Eu já fiz esta receita como prato principal. Fica lindo servido no prato. Mas é preciso um pau de canela de, no mínimo 20 cm. Na zona cerealista, em São Paulo, e em algumas feiras livres é possível encontrar.

E se você gostou desta receita veja só o que o pessoal do #ColetivoGastronômico também preparou

IMG-20160119-WA0000

Coletivo de Verão

Cozinha Autoral – Chapatis

Panela e Paixão – Pudim de Coco com Calda de Frutas Vermelhas

Mosaico de Receitas – Risoto de Limão Siciliano

Brie com Goiabada – Lassi de Manga e Frapuccino para o Verão

Na Boroskinha – Taboule Doce

Minha Marmita Tem – Rolinhos de Abobrinha

Uma Torta bem Certinha! [Torta de Frango Assado com Massa de Aveia]

Muitas amigas e conhecidas estão grávidas. Umas 6, se não perdi a conta. E me lembro bem a alegria desses noves meses de espera e da loucura insana que se torna fazer xixi depois que o bebê nasce. É uma benção. Foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida. Mas confesso que a vida ficou de pernas para o ar. Sem contar, na época, eu tinha um café que funcionava 24 horas… Onde é mesmo o botão de “desliga”? 😉

Mas não é só quem tem um filho que vê a vida virada do avesso. Realizar um sonho, ir atrás de um ideal pode fazer isso também. Depois que lancei os produtos da linha #FlavorBowl não tenho tempo para quase nada (os posts estão ficando repetitivos! hihihi). E por isso opto por refeições mais rápidas mas nem tão pouco deliciosas. Mas também não posso só ficar comendo os meus potinhos; preciso vendê-los! 😀

Esta torta é muito rápida e versátil. A massa me inspirei na receita da Torta de Chester, que está no #ColetivoGastronomico do mês passado do blog Ana Claudia na Cozinha. Só acrescentei aveia, pois ganhei um montão de produtos da Quaker no #EventoGourmet, dentre eles farinha de aveia que foi muito providencial!

E como eu não tinha chester, mas um belo frango assado que sobrou do almoço de domingo, foi este mesmo o recheio que preparei. E ficou muito bom. A massa, lembra muito uma massa de pão, mas não leva fermento. Fica elástica e macia, muito fácil de trabalhar. Pode testar que é delícia na certa. Vai para o caderninho!

Torta de Frango Assado com Massa de Aveia (Serve 8 fatias)

Torta de Frango Assado. Quem poderia imaginar? ;)

Torta de Frango Assado. Quem poderia imaginar? 😉

Ingredientes:

Para a Massa:

3 colheres de sopa de azeite de oliva

1 colher de chá de sal

1 xícara de leite

1 gema de ovo

2 xícaras de farinha de trigo

1/2 xícara de farinha de aveia

A aveia confere sabor e textura únicos à massa!

A aveia confere sabor e textura únicos à massa!

Para o Recheio:

1 kilo de frango desfiado grosseiramente (eu usei um frango assado que sobrou do almoço. O sabor ficou delicioso!)

2 xícaras de ervilhas congeladas

1 xícara de queijo mussarela de búfala picado

1 colher de sopa de amido de milho

sal e pimenta do reino a gosto

cheiro verde picado a gosto.

O recheio foi um frango assado do almoço de domingo. Nada mais delicioso. E o charme da colher de pau com os badulaques da @mel_baunilha

O recheio foi um frango assado do almoço de domingo. Nada mais delicioso. E o charme da colher de pau com os badulaques da @mel_baunilha

Modo de Preparo:

Massa:

Misture os ingredientes líquidos em uma tigela e misture bem. Acrescente as farinhas e mexa até formar uma massa. Com as mãos comece a amassar até obter uma massa lisa e bem homogênea. A massa desgruda facilmente das mãos e fica muito fácil de trabalhar. Reserve.

Lisinha e elástica, como deve ser.

Lisinha e elástica, como deve ser.

Recheio:

Como usei frango já assado, apenas misturei todos os ingredientes em uma panela e polvilhei o amido de milho e aqueci levemente apenas para dissolver e se misturar ao recheio. Não se preocupe em cozinhar, pois este processo será feito no forno.

Aqueça o forno a 180 graus.

Separe 2/3 da massa e abra com o rolo sobre uma superfície enfarinhada. Forre uma forma de fundo removível deixando pelo menos um dedo de excesso para fora da forma. Eu gosto da massa bem fininha. Mas como essa massa tem textura de pão você pode deixá-la mais grossa, se preferir. Coloque o recheio na torta e abra a “tampa” para fechar a massa. Coloque a tampa sobre o recheio e pressione as laterais para, assim, a tampa grudar no fundo e “selar” a torta. Faça um pequeno furo central para sair o vapor.

Detalhes que fazem toda a diferença.

Detalhes que fazem toda a diferença.

Pincele com uma gema de ovo e leve ao forno para assar por 40 minutos e até que esteja bem dourada. Sirva imediatamente. Fumegante!

Massa crocante e dourada. Recheio farto e delicioso...

Massa crocante e dourada. Recheio farto e delicioso…

DICAS:

  1. Se quiser pode substituir a farinha de aveia por farinha de trigo integral e ainda acrescentar sementes de chia, linhaça, centeio… Ou usar somente farinha branca.
  2. O recheio é outra tela em branco para você pintar como quiser! Utilize o que tiver na geladeira. Lembrando-se sempre de não deixá-lo muito úmido.
  3. Os detalhes na tampa da massa foram feitos com um rolo de abrir massa entalhado a mão que comprei no mercado de Accra, na minha viagem a Ghana. São trabalhos lindos de artesãos que não imaginam o valor que seus trabalhos têm. Fiquei encantada!

Caldinho de Feijão ganhando fama na África!! [Coletivo Gastronômico]

Quando minha amiga Geisa recebeu a oferta de se mudar para a África e assumir a área de confeitaria do Yolo Group, um grande grupo de restaurantes, eu fui a primeira a incentivá-la, muito. Ela vivia em Londres por 13 anos, tinha uma vida estável. Mais faltava algo mais em sua carreira.

Eu a conheci no restaurante Mocotó que teve vida curta em Londres – não, não é o Mocotó do Rodrigo Oliveira. Logo de cara nos tornamos grandes amigas. O restaurante fechou, cada uma foi seguir sua vida; ela em restaurantes eu em catering. Logo depois me mudei para o México, depois voltei para o Brasil, mas a amizade continuou. Skype e e-mails sempre foram nosso meio de contato. Nos vimos uma única vez nos últimos 8 anos, rapidamente no aeroporto enquanto ela esperava seu vôo de volta para Londres.

E ela aceitou o desafio. E logo me colocou um outro: venha, você, me visitar! E como eu não gosto de ser desafiada 😉 Não recusei a proposta. E com ela veio uma oferta tentadora: montar um cardápio de comida de boteco para um projeto de abrir um bar brasileiro onde antes funcionou a Brazil House, em JamesTown, Accra.

Brazil House é o berço para os afro descendentes que estavam no Brasil e resolveram voltar para o continente africano há mais de 170 anos. Ali nasceu a tribo Tabon. Parece piada, mas é verdade. Esta comunidade recebeu este nome porque tudo o que eles sabiam falar era “tá bom”.

Giselle Mastrosanti, a irmã de Geisa e uma competentíssima diretora é quem administra todas as casas do grupo Yolo e, em conjunto com a embaixada do Brasil, está mergulhada neste projeto para reativar o museu, um centro cultural e um boteco a beira mar. E é aí que eu entro. Nas duas primeiras semanas que passei em Accra fui conhecer os mercados, testar ingredientes e receitas, pois a ideia é ter uma fusão de pratos bem brasileiros com ingredientes locais. E qual não foi minha surpresa que quase todos os ingredientes que encontrei me são muito familiares. A mandioca está por toda parte. Quiabo, banana da terra, azeite de dendê, feijão preto e feijão fradinho foram outros grandes aliados na degustação.Tasting11

Saí muito satisfeita com o resultado e com a promessa de já colocar alguns dos pratos no cardápio do terraço do restaurante! E para minha grande surpresa, o caldinho de feijão foi um sucesso unanime. Divido com vocês a minha receita que ganhou o paladar dos ganeses!

Caldinho de Feijão Preto (Serve 12 porções)Tasting1

Ingredientes:

500gr de feijão preto, preferencialmente bem novo

150gr de paio ou linguiça calabresa cortada em rodelas

50gr de bacon cortado em cubos

2 colheres de azeite de oliva

3 dentes de alho picados

2 echalotas picadas

1 talo de salsão

1 gomo de coentro

1 pimenta dedo de moça (opcional)

Sal e pimenta do reino moída na hora a gosto

Modo de Preparo:

Escolha o feijão e lave sob água corrente e reserve.

Aqueça uma panela e coloque a linguiça e o bacon e deixe fritar e soltar a gordura. Acrescente o azeite o alho e a chalotas e deixe dourar juntamente com a carne. Acrescente os demais ingredientes e o feijão e cubra com 2 litros de água. Deixe ferver, reduza o fogo e cozinhe em fogo baixo por 1 hora com a panela semi tampada. Teste o feijão que deverá estar bem macio.

Tasting12

Bata todos os ingredientes no liquidificador adicionando o próprio caldo do feijão até atingir a consistência desejada. Eu gosto bem cremoso…

Sirva com cebolinha picada finamente e crisps de bacon. Para quem gosta mais picante, este molho de pimenta é um delicioso acompanhamento.

Os demais pratos servidos no menu foram:

  • Pão de Queijo Tasting3
  • Dadinhos de Tapioca com Geleia de PimentaTasting4
  • Croquete de Frango com Quiabo servido com vinagreteTasting5
  • Escondidinho de Carne SecaTasting7
  • Falso Acarajé com Bobó de CamarãoTasting8
  • Casquinha de SiriTasting9
  • Peixinho frito na crosta de castanha de caju servido com Aioli de limãoTasting10

Além de outras sugestões:

  • Quiabo tempura com aioli de chipotle
  • Cubos de abóbora e carne seca
  • Calabresa acebolada flambada na cachaça
  • Tapioquinhas de queijo coalho, carne de sol
  • Bolinho de bacalhau

O que acham? Este boteco tem tudo para dar certo?? 😉

DICAS:

  1. Para este caldinho você pode usar feijão carioca, rosinha ou até mesmo branco;
  2. Se você, como eu adora sopas, indico os blogs abaixo para saborear uma deliciosa receita. A partir deste mês o Gastronomia & + faz parte do Coletivo Gastronômico. Um grupo de blogueiros super bacanas onde dividimos receitas, palavras, histórias. Não deixem de visitar!

coletivo

My Flavors – Sopa de Couve Flor com Ervilhas Frescas, Repolho Roxo e Tiras de Frango

Ana Claudia na Cozinha – Sopa Creme de Pinhão

 A Casa Encantada – Sopa de Mandioca, Carne Seca e Couve Crisp

Na Cozinha da Gertrudes – Sopa Vermelha

Gordices – Caldo Verde

Panela e Paixão – Sopa de Capeletti e Linguiça

Se Eu fiz Você faz – Creme de Abóbora e Gorgonzola

Feijão no Prato – Creme de Legumes e Nata

O que temos hoje, Elisa? – Sopa de Carne com Legumes

Burburinho na Cozinha – Caldo de Camarão

Experimente+ – Creme de Abóbora Japonesa

Delicious by Mari – Sopa de Chocolate

Artes da Mel – Creme de Feijão Branco e Linguiça

Minha Marmita Tem – Sopa Irlandesa

Better Call San – Creme de Batatas Aveludado com Bacon

Mosaico de Receitas – Caldo Verde de “Mãe”