Uma receita encomendada [Baechu Kimchi]

Nos idos de 2013 trabalhei na produção e testes de receitas para um programa de tv. Não sei porque, mas o episódio sobre culinária coreana caiu no meu colo. Talvez porque eu acabara de voltar de uma viagem incrível pela China.

Achei o projeto muito interessante e lá fui eu pesquisar a culinária de um país que estava muito presente na cidade de São Paulo. Entre tantas viagens ao bairro do Bom Retiro, pesquisas na internet, onde descobri o delicioso e lindo programa de tv Kimchi Chronicles, do Chef Jean-Georges Vongerichten e sua esposa, e uma nova paixão: Kimchi!

O kimchi faz parte da família dos picles e fermentados. É parecido com o chucrute da Alemanha, o paocai da China, o tsukemono do Japão, o achar da Índia e os picles de outras regiões. Ele serve como acompanhamento de outros alimentos, principalmente do arroz. Para os coreanos, kimchi com arroz combina tão bem quanto pão com manteiga ou arroz com feijão em nossa cultura. O sabor neutro do arroz se completa com os sabores picante e ao mesmo tempo salgado e acre do kimchi.

Já havia comido no México através de uma amiga coreana que me apresentou a esta delícia que é uma constante na hora da refeição. Assim como nosso pãozinho, dificilmente uma mesa coreana não terá um bowl da conserva para compartilhar.

Depois da paixão não tem mais volta! Mas como é uma comida apimentada e fermentada é “ame-o ou deixe-o”! Vou mostrar para vocês a versão clássica e mais simples para os iniciantes nesta jornada. E aconselho a que comam fresco ou logo no primeiro dia de fermentação e aos poucos arrisquem mais!

E tenho que confessar que esta não seria uma receita tão óbvia para eu postar aqui porque, apesar de deliciosa, é muito peculiar. Mas a querida autora do blog A Mesa da Carolina, que me deu esta receita de Conserva de Funcho e Maçã Verde adora kimchi e resolvi presenteá-la, também!

Baechu Kiimchi – Kimchi de Acelga (Serve 8 porções)

Kimchi. Ame-o ou deixe-o!

Kimchi. Ame-o ou deixe-o!

*Esta receita eu adaptei do programa de TV Korean Chronicles 

Ingredientes:

1 cabeça de acelga chinesa (descarte as folhas verde escuras)

1 1/2 xícaras de sal

1 litro de água

1 colher de sopa de fécula de arroz

5 dentes de alho amassados

1 pedaço de aproximadamente 3 cm de gengibre fresco, ralado

1/4 de pera asiática, descascada e cortada em cubos

1/4 de cebola cortada em cubos

200g de rabanete chinês

1 xícara de gochugaru (pimenta coreana em pó)

1/2 xícara de molho de peixe

2 colheres de sopa de açucar

6 cebolinhas verdes cortadas na diagonal, aproximadamente 5 cm de comprimento

Modo de Preparo:

Corte a acelga em metades ou quartos e retire a parte mais dura da haste.

Em uma tigela grande misture a água com 1/2 xícara de sal e mergulhe os pedaços de acelga. Cuidadosamente separe as folhas e certifique-se de que as bases mais duras das folhas fiquem mergulhadas na água. Deixe descansar por 15 minutos.

Escorra a acelga e, em seguida, espalhe uma leve camada de sal sobre cada folha, certificando-se de que as hastes mais duras tenham bastante sal. Cubra e deixe descansar por 5 horas. Isso fará com que as folhas e talos fiquem bem suaves

Enquanto isso comece a preparar a marinada. Em uma panela misture ½ xícara de água com uma colher de farinha de arroz. Misture vigorosamente até dissolver e cozinhe em fogo baixo para formar um pasta branca e translúcida, como um mingau. Deixe esfriar.

Após transcorridas as 5 horas lave muito bem a acelga para retirar todo o sal. As folhas devem estar murchas, porém as hastes ainda deverão estar crocantes. Escorra para retirar o excesso de água, torcendo os pedaços de acelga – como se torce roupa!

Num processador de alimentos bata o alho, o gengibre, a pera, a cebola e o rabanete chinês até formar um purê. Junte esta mistura ao mingau de arroz já frio e acrescente o gochugaru, o molho de peixe, o açucar e a cebolinha verde. Misture para obter uma pasta homogênea.

Uma receita laboriosa mas que envolve muito amor!

Uma receita laboriosa mas que envolve muito amor!

Com o auxílio de um pincel, ou usando luvas descartáveis, cubra cada folha de acelga, já escorrida, com essa marinada e vá fazendo camadas em um pote de plástico ou vidro que tenha tampa hermética. Feche bem e guarde por 3 dias em um lugar fresco e escuro para iniciar o processo de fermentação. Caso queira o kimchi poderá ser consumido fresco. Corte em pedaços de uns 4 dedos e sirva!

Guarde na geladeira e consuma em até 3 meses.

Um clássico na mesa da culinária coreana (ao fundo bolinhos de caranguejo)

Um clássico na mesa da culinária coreana (ao fundo bolinhos de caranguejo)

DICAS:

  1. Aqui em São Paulo, no Bairro do Bom Retiro, todos estes ingredientes são facilmente encontrados.
  2. Eu já substitui a acelga por repolho e ficou bom!

2 respostas em “Uma receita encomendada [Baechu Kimchi]

  1. Esse fds foi de preguiça master. Mas essa semana já vou começar a juntar os ingredientes (seria mais fácil se estivesse em São Paulo) e colocar esse projeto em prática! Nem acredito que em breve comerei arroz com kimchi! ❤ ❤ ❤ ❤

    Curtir

Conte-me o que achou do post:

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s