A Arca do Gosto [Salada Morna de Taioba e Quinoa]

A  Arca do Gosto é um catálogo mundial que identifica, localiza, descreve e divulga sabores quase esquecidos de produtos ameaçados de extinção, mas ainda vivos, com potenciais produtivos e comerciais. Este catálogo constitui um recurso para todos os interessados em recuperar raças autóctones e aprender a verdadeira riqueza de alimentos que a terra oferece. Todo alimento tem uma história. Todos nós temos uma história, única, só nossa. Isso é emocionante.

Fui buscar em livros antigos de culinária e li, em alguns, nomes de comidinhas que nunca tinha ouvido falar antes. E na Arca do Gosto ali estão. Aratú, Cagaita, Krahô, Berbigão, Butiá, Jatobá… É como pegar um álbum antigo de família, ou ler o diário de sua bisavô quando ela era ainda uma adolescente… 🙂

E para festejar esta biodiversidade da nossa mesa e estimular a preservação começa hoje, e vai até o dia 18 de Outubro um Festival Gastronômico onde quatorze restaurantes da capital paulista e seus chefs apresentam pratos com ingredientes brasileiros ameaçados de extinção, como o umbu, a araruta, mel de uruçu, dentre outros.

Mil folhas de tapioca com aratu - Capim Santo

Mil folhas de tapioca com aratu – Capim Santo

Arroz vermelho com abóbora e camarão - Jiquitaia

Arroz vermelho com abóbora e camarão – Jiquitaia

Compota de pera, burrata de búfala, tomilho limão, mel de uruçu - Epice

Compota de pera, burrata de búfala, tomilho limão, mel de uruçu – Epice

A lista completa dos restaurantes participantes você encontra aqui.

Numa conversa com um grande amigo entusiasta da comida brasileira, ela comentou que há tempos não via mais taioba, nem na feira nem nos pratos da cozinha brasileira – apesar de não estar, ainda, em perigo de extinção. E me lançou um desafio: preparar algo com a folha. Para quem não conhece, a taioba, muito comum na culinária mineira é muito parecida com a couve na textura, mas tem um sabor de espinafre suave. E pode ser usado da mesma maneira. Pode ser comida refogada, na salada ou na farofa de farinha milho com paio. O chef Eudes Assis tem até um restaurante chamado Taioba Gastronomia onde prepara seu famoso bolinho de taioba.

Folhas de Taioba. Com certeza você já viu emmuitos jardins por aí!

Folhas de Taioba. Com certeza você já viu emmuitos jardins por aí!

Salada de Quinoa, Taioba com Cramberries e Semene de Girassol (Serve 4)

E a taioba está servida!

E a taioba está servida!

Ingredientes:

1 xícara de quinoa crua (eu usei a branca mas pode ser preta, vermelho ou o mix)

2 xícaras de caldo de legumes caseiro ou água

200gr de taioba sem o talo e fatiada finamente

60gr de sementes de girassol

60gr de cramberries secos (ou uvas passas)

1 raminho de tomilho fresco

sal e pimenta do reino a gosto

Vinagrete de Gengibre adocicado – receita aqui

Parece mas não é! Taioba!

Parece mas não é! Taioba!

Incremente a sua salada com grãos e frutas secas

Incremente a sua salada com grãos e frutas secas

Modo de Preparo:

Coloque a quinoa e o caldo de legumes ou água em uma panela e leve para ferver. Assim que levantar fervura abaixe o fogo e cozinhe por 10 minutos. Destampe e acrescente a taioba e misture bem, cozinhando até que toda a água seja absorvida e a taioba murche, aproximadamente 5 minutos.

Retire do fogo e misture os demais ingredientes. Tempere com sal, pimenta e o vinagrete.

Deixe amornar e sirva.

DICAS:

  1. A quinoa pode ser substituída por couscous marroquino ou mesmo “couscous” de couve flor”
  2. Baixe aqui o livreto com a história e os produtos que fazer parte da Arca do Gosto. Vale muito a pena esta leitura!

Conte-me o que achou do post:

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s