Deixa chover!

Sabe aqueles dias que tudo o que você precisa é uma comida boa, reconfortante e rápida?

Assim aconteceu comigo, também. Esta temporada de chuvas é muito abençoada já que estamos nesta crise hídrica por toda a região sul. Mas, especialmente em São Paulo, é um tormento um temporal cair bem na hora do rush. As 6 da tarde ninguém merece que o mundo desabe. Mas mesmo assim ele desaba! E nos mostra que percorrer 18 quilômetros em 2 horas não é para os fracos de temperamento! Semáforos apagados, ruas alagadas, motoristas mal educados e sem paciência… A rua se torna um ringue e salve-se quem tiver um Hammer.

O ditado que diz que uma mulher prevenida vale por duas nunca foi tão válido, nestes dias. Um pouco antes de sair para esta “luta de final de tarde” fiz uma limpeza no meu freezer e encontrei no fundinho, esquecido, abandonado um pacote de massinha para gyoza que havia comprado já há bastante tempo no bairro da Liberdade. Transferi para a geladeira, pois pensei “vai que… nestes dias corridos é sempre bom ter algo fácil à mão”.

De volta em casa tudo o que eu queria era o telefone do disk pizza, mas saberia que até o entregador demoraria horas para chegar. O negócio era mesmo arregassar as mangas e preparar um jantar em 15 minutos! Um pouco mais rápido que a receita do bacalhau da semana passada!

Tendo a mão as massas de gyoza foi fácil sorrir novamente. Abri a geladeira encontrei o que tinha por perto sem escolher muito: cenoura, cebola, um repolho pela metade, alguns cogumelos.

E o jantar está na mesa.

Gyoza de Shitake (Serve 12 dumplings)

Um sol no céu nublado!

Um sol no céu nublado!

Ingredientes:

1/2 pacote de massa para gyoza (o pacote vem com 24 discos, mas eu dividi em duas receitas, veja DICAS)

2 colheres de chá de óleo de gergelim (pode usar qualquer outro óleo vegetal neutro)

2 xícaras de cogumelo shitake picado (pode substituir por qualquer cogumelo)

1 colher de chá de molho de soja

1 xícara de repolho fatiado finamente

1/4 de xícara de cebolinha verde picadinha

1 colher de chá de gengibre picado finamente

1 colher de chá de alho picado finamente

1 colher de chá de vinagre de arroz (pode usar o vinagre comum)

1 colher de chá de pasta de misô (opcional)

Molho para acompanhar:

6 colheres de sopa de molho de soja (eu usei o reduzido em sódio)

3 colheres de vinagre de arroz

pitada de pimenta calabresa

cebolinha verde picadinha

Modo de Preparo:

Em uma frigideira aqueça 1 colher de chá do óleo e acrescente os cogumelos. Salteie por 1 minuto até que fiquem brandos. Acrescente os demais ingredientes e refogue por mais 2 minutos. Desligue o fogo e deixe esfriar para rechear as massa.

Para rechear as massas:

1, 2, 3 gyoza japonês!

1, 2, 3 gyoza japonês!

É importante que o recheio esteja morno, quase frio. Pincele a massa com água (como fazemos com pastel). Coloque uma colher de sopa de recheio no meio da massa, dobre-a ao meio e vá “beliscando” para fechar. (Sinto muito mas esta parte foi impossível fotografar sozinha! 😀 ). Se não conseguir feche como pastel! Continue até rechear toda a massa.

Em uma frigideira, coloque 1 colher de chá de óleo de gergelim e acrescente os gyozas. Tampe de deixe fritar por 3 minutos, ou até que o fundo esteja dourado. Eu gosto de virá-los e deixar “bronzeado” dos lados, também – gyoza brasileiro!

Gyozas bronzeado nipo brasileiros

Gyozas bronzeados nipo brasileiros

Acrescente 1/4 de xícara de água à frigideira, volte a tampar e deixe cozinhar em fogo baixo por 2 minutos, até que  a água evapore e os gyozas estejam cozidos.

Misture todos os ingredientes do molho e sirva estas delicias puro ou com legumes salteados (eu usei um pacote de legumes congelados que tinha no freezer – mescla tailandesa!!).

DICAS:

  1. Eu fiz também de carne de porco moída. Substitua os cogumelos por 300gr de carne de porco suina e refogue até ficar dourada. Acrescente os demais ingredientes e siga o restante das instruções de preparo. Carne de frango também é uma sugestão.
  2. Os gyozas também podem ser preparados no vapor. Coloques-os em uma vaporeira e cozinhe por 10 minutos.

    Comida reconfortante, fácil e rápida

    Comida reconfortante, fácil e rápida

3 respostas em “Deixa chover!

    • Oi, Barbara. Obrigada pela visita!
      Não entendi a pergunta. Você quer usar a farinha de tapioca / integral para fazer as massinhas? Não vai funcionar, pois elas precisam ser bem suaves e cozidas no vapor. O que você pode fazer é um “pastelzinho” e assar no forno. Que tal tentar e me dizer como ficou? 😉

      Curtido por 1 pessoa

Conte-me o que achou do post:

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s