Hashtag Eu Como Cultura

Na semana passada o chef de cozinha Alex Atala publicou um vídeo que causou uma grande comoção na comunidade gastronômica brasileira. No vídeo, que você pode ver abaixo, em 44 segundos, ele pede o apoio da população para aprovação do Projeto de Lei 6.562/2013 que tramita no Congresso.

Para que todo mundo entenda do que se trata em linguagem não “juridiquês” vou rapidamente explicar: A lei 8.313/91, conhecida como Lei Rouanet, tem como objetivo promover, proteger e valorizar as expressões culturais nacionais por meio de incentivos fiscais. Ou seja, com a lei projetos culturais podem receber patrocínios e as empresas e também pessoas físicas podem se beneficiar descontando do imposto de renda.

E por quê o alvoroço todo?… Ninguém entendeu porque uma figura tão ilustre nesse meio foi se meter com política e governo, ainda mais com uma lei que gera muita discordância na aplicação dos recursos e que já deu pano prá manga,  como o caso do filme “Chatô, o Rei do Brasil” que recebeu recursos da lei e nunca foi concluído (está em filmagem desde 1995…). A resposta ele deu hoje em uma coletiva de imprensa bem esclarecedora!

Tiago Medalha, Beto Ricardo, Alex Atala, Roberto Smeraldi - Instituto ATA

Thiago Medaglia, Beto Ricardo, Alex Atala, Roberto Smeraldi – Instituto ATA

Existe no Congresso esse projeto de lei que altera a redação original da lei para incluir em sua redação a gastronomia como ato cultural brasileiro. A lei reconhece artes cênicas, artes plásticas, conservação de patrimônio, circo, dança, publicação de livros, dentre outros, como manifestações culturais, mas a gastronomia está fora desta lista.  Este projeto de lei pede a inclusão de “eventos, pesquisas, publicações, criação e manutenção de acervos relativos a gastronomia.” no texto da lei.

“Agrobiodiversidade não quer dizer nada da boca prá fora, mas significa muito da boca prá dentro!”

Bem… o problema é mais embaixo, pois por um lado a lei beneficiaria a inclusão de social de muitos produtores que tentam manter viva culturas alimentares quase extintas no país, como o caso dos Quilombos, ganharia força para incluir a gastronomia e o estudo dos alimentos nas escolas, etc. Mas por outro lado deixa livre a possibilidade de grandes empresas da área obterem recursos financeiros para “lançamentos” gastronômicos. É o outro lado da moeda. Infelizmente “no pain, no gain”.

Mas Alex e seus companheiros de batalha nesta empreitada deixaram muito claro e em bom tom, que o intuito não é, a primeira vista, vislumbrar o benefício financeiro decorrente da aprovação do projeto de lei, mas a inclusão da gastronomia como manifestação cultural. Optaram pelo projeto de lei, pois a inércia é um grande empecilho no país e sair do nada e conseguir algo é longo e muitas vezes doloroso. Assim, aproveitaram esta carona.

“A conhecer a cadeia do alimento é o elo para a proteção dos biomas.”

Eu, como a grande maioria que estava no subsolo do restaurante Dalva e Dito esta manhã, esperamos, sinceramente esta atitude do Instituto ATA. E esperamos que se façam cumprir promessas ali feitas como:

  • Incluir a gastronomia nas escolas;
  • Iniciar uma luta contra a legislação de químicos na agroindústria;
  • Desenvolver e mapear os biomas brasileiros;
  • Aproximar o homem com o alimento através de acervos da gastronomia, dentre tantas outros…

Ojalá, este não seja o primeiro passo para elevar a gastronomia brasileira ao patamar de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, reconhecido pela UNESCO, assim como, em 2010, aconteceu com a culinária mexicana! Este prazer eu tive de perto! 🙂

#eucomocultura #gastronomiaehcultura

#eucomocultura
#gastronomiaehcultura

Se você gostaria de apoiar esta causa, é bem simples: basta assinar o documento na folha timbrada que você imprime aqui, e enviar pelo correio, deixar no restaurante Dalva e Dito, ou me avisar que eu retiro onde voei estiver. A sua assinatura vale muito e o futuro agradece!

“A natureza desconhece uma fronteira geopolítica.”

Uma resposta em “Hashtag Eu Como Cultura

  1. Pingback: Dicas para o Seu Fim de Semana – 12 a 14/12 | Gastronomia & +

Conte-me o que achou do post:

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s