Independência ou… Moqueca?

Claro que eu escolheria moqueca e comeria até morrer para não ficar na mão dos portugueses!!!

Ainda estou naquela fase down. Não deveria nem chegar perto do fogão… Mas se eu não fizer isso o que vou fazer? Ir ao shopping deprimida? Meu marido me mata e depois me faz passar a maior vergonha devolvendo tudo o que comprei! hahaha Brincadeirinha só prá deixar o posto mais animadinho! Ele é um anjo!

Pensei, sim, em cozinhar, mas ainda estava sem muita inspiração. E como hoje é o feriadão da Independência no Brasil pensei em algo para homenagear nossa Pátria tão querida! Feijoada, nem pensar. Não teria tempo hábil… Pão de queijo, já tenho um montão no freezer… Arroz com feijão é a comida de todo dia aqui em casa. Então que tal uma moqueca? Excelente idéia já que o clima aqui no D.F. anda pedindo algo hearty!

Comecei a separar meus ingredientes e vi que só tinha um pouquinho de azeite de dendé. E azeite de dendê é o único ingrediente que não encontro por aqui. Disso não proclamarei minha independência… Valeria a pena gastá-lo? Ai que dúvida. Caí em depressão novamente!… E por que não deixá-lo de fora e preparar uma moqueca capixaba? Nem pensar! Moqueca prá mim tem que ter dendê. Gosto é da baiana!

Então vamos a luta, filhos da Pátria! Vocês verão com quanto dendê se faz uma moqueca! (Pelo menos para 1 porção alcança!)

Moqueca Baiana da Independência (Para 2 pessoas)

300 gr de peixe em posta (eu usei cação, mas sugiro badejo ou robalo, também)

200 g de camarão limpo (se você for limpa-los guarde as cascas para fazer caldo)

1 limão

2 dentes de alho

1/2 maço de coentro (eu adoro, se você não gostar substitua por salsa. O importante é ficar bom prá quem vai comer!)

1/2 maço de cebolinha verde

1 pimentão vermelho (gosto do vermelho pelo sabor adocicado, mas pode ser verde, amarelo (azul e branco!…) cortado em rodelas

2 tomades maduros cortado em rodelas

1 cebola cortada em rodelas

100 ml de leite de coco

1 colher de sopa de azeite de dendê

Sal e pimenta do reino a gosto

1 folha de louro

100 ml de caldo de peixe ou camarão (você pode pedir ao seu peixeiro para te dar as aparas de peixe e a cabeça para fazer o caldo. Fica divino!)

Esfregar bem o peixe e os camarões com o limão. Reservar. No liquidificador bater o alho, sal (a gosto), 1/4 do maço de coentro e a cebolinha e um pouco do leite de coco. Cobrir o peixe com esta marinada e descansar por 30 minutos.

Em uma panela de fundo grosso colocar o azeite de dendê, metade dos tomates, metade da cebola e todo o pimentão. Colocar por cima as postas de peixe e os camarões. Terminar com o restante dos tomates e cebolas. Colocar a folha de louro e regar com o leite de coco e o caldo de peixe.

Deixe ferver. Tampe e cozinhe em fogo lento por 15 minutos. Corrija o sal e a pimenta. Colocar por cima o restante do coentro picado e servir com arroz branco e pirão. Eu, particularmente, gosto de servir com farinha de mandioca torrada e fazer meu próprio pirão com o caldinho!

Ah!… Independência ou Morte!

Quase me esqueço de dizer que adoro colocar uma pimentinha neste prato maravilhoso. Mas deixo ao gosto do freguês! Prá mim, a pimenta Comari do Pará é a que combina melhor com peixe! Esta veio de contrabando numa malinha!…

 

 

 

 

 

Conte-me o que achou do post:

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s