I’m late, I’m late for a very important date!® [Scones]

scone

Alice no Pais das Maravilhas é o primeiro livro que me lembro de ter lido. Não me lembro quando isso aconteceu, mas as lembranças de estar na sala de TV da casa em que cresci deitada no sofá de couro de porco com almofadas de chenille me são claras. Era um livro de capa dura, acho que laranja de uma coleção que tampouco me lembro o nome (ai… memória boa!) que cada livro tinha uma capa de cor diferente.

Desta coleção também li Moby Dick, Alice através do Espelho. Acho que assim começou minha jornada pela leitura. Talvez isso explique um pouco o meu gosto por livros de histórias malucas, sem muito sentido e cheias de criatividade!

Vi o filme de animacao da Disney® de 1951 e sigo vendo com meu filho. Quero que ele goste tanto quanto eu do Chapeleiro Maluco, do Coelho Branco e do mundo de criatividade por onde passeia Alice. Nem preciso falar a ansiedade que tinha em assistir a produção de Alice feita por Tim Burton. Juntou a fome com a vontade de comer! E eu estava faminta. Mas como no próprio filme, nem tudo é claro.

Todas as noites, enquanto eu tentava dormir, meu marido lia o que os críticos de cinema estavam falando sobre o filme me deixando apreensiva e um pouco confusa com minhas idéias e opiniões – sim, já tinha uma opinião sobre o filme antes mesmo de assisti-lo. Afinal, era Alice e Tim Burton. Que casamento! Já imaginava os personagens com suas feições desfiguradas, furry, insandecidos, engraçados e sombrios. Óbvio que muito era influencia dos traillers que já havia visto no YouTube.

Enfim chegou o grande dia! Nunca vou a pré estréias, estréias ou coisas do gênero. Sempre há muita gente, o atendimento é ruim, já sento na minha cadeirinha estressada e até que eu consiga relaxar, metade do filme já se passou. Mas dessa vez… Comprei entrada para o VIP, pois era um evento especial. Desde que vi anunciada a produção acompanhei e vibrei . Então, pelo menos a cadeira tinha que ser mais confortável – talvez sonhava como era confortável o sofá lá de casa… Eu já sabia que o filme era uma adaptaçâo, pois no próprio trailler diz que Alice volta ao país das maravilhas 10 anos depois. E por isso mesmo queria muito vê-lo. Não estava interessada na fidelidade de Tim Burton ao escrever o roteiro mas quais seriam as novidades… Não vou falar muito aquí para nao estragar a surpresa dos que não viram e também porque este não é o tema deste blog. Mas tenho que comentar que a cena do chá que a princípio me pareceu triste, desfigurada, mas com todo o toque de loucura que lhe é peculiar me agradou muito. Era um momento pelo qual eu estava esperando. Ademas de saber que ai apareceria o meu queridinho Johnny Deep, como o Chapeleiro Maluco, em mais uma de suas brilhantes atuações. E obrigada a Tim Burtom por nos presentar com uma sútil e quase imperceptível lembrança de Edward maos de Tesoura! (Meu marido nem percebeu…).

Quando Milly diz “Pass me the scones, please?” com o delicioso sotaque britânico, meus olhos e minha boca se encheram de água e por alguns momentos e eu só pensava nos deliciosos scones, lady fingers, Earl Grey, shortbreads que poderiam fazer parte desta cerimônia gastrolouca! Me lembrei dos mini scones que preparava quando trabalhei no “Clare’s Kitchen”, em Londres. Preparávamos muitos chás da tarde, não tão criativos quanto o de Lewis Carroll, mas deliciosos e lindos. Me lembro de um casal japonês que foi do Japão só para se casar em Londres (isso é muito comum!) e pediram para prepararmos um Tradicional English Tea para celebrar o matrimônio. Claro que o evento ocorreria as 5 da tarde! Foi nesta época que descobri que o tradicional chá das cinco inglês foi introduzido por Catarina de Bragança, de origem portuguesa! Ela já costumava fazer seu lanchinho a tarde e levou este costume ao Reino Unido ao casar-se com o Rei Charles II. E ai ficou e perdura até os dias atuais. No evento nipônico, além dos tradicionais sanduiches, foram servidos os mini scones com geléia caseira de morangos e clotted cream. Ai… Como explicar o que é clotted cream? Sabe brigadeiro, farofa, guaraná, saudade, coisas que só mesmo brasileiros sabem o que é? Então, clotted cream só os britânicos sabem o que é. Juro que queria meu casamento assim, também. Que delícia, que chic, que diferente. E juro também que scones deveriam estar na lista dos alimentos que se deve comer antes de morrer! Então não morra de vontade e já prá cozinha prepará-los!

SCONES

Ingredientes:

2 xícaras de farinha de trigo (280gr)

2 colheres de chá de fermento comum (10gr)

¼ de xícara de açucar refinado (50gr)

½ colher de chá de sal

½ xícara de manteiga gelada cortada em cubos pequenos (100gr)

1 ovo grande

½ xícara de leite integral (120ml) – a receita original pede half-and-half, que é um creme de leite ralo com teor de gordura de 12,5%

1 ovo batido com água para untar

Geléia de morango, creme clotted, lemon curd… para acompanhar

Modo de Preparo:

Aqueça o forno a 190 graus. Em uma tigela misture a farinha, o fermento, açucar e o sal. Adicione a manteiga e mescle até conseguir uma mistura parecida a areia grossa. Em outra tigela bata os ovos e o leite. Adicione essa mistura aos ingredientes secos e mexa com um garfo até que os ingredientes se misturem, mas sem bater. Faca uma bola e transfira para uma mesa de trabalho enfarinhada. Sove algumas vezes até obter uma massa homogênea. Abra a massa a uma espessura de 3 cm e com um cortador de 6.5cm de diâmetro corte os scones.

DICA: Não os corte diretamente, mas girando o cortador para que a massa nao se “amasse” e os scones crescam uniformes. Este método é o tradicional. Alternativamente, a massa poderá ser aberta em forma de circulo e cortada com uma faca bem afiada em 8 fatias (triângulos). Ou até mesmo em quadrados! Assim devem ser os scones do chá que Lewis Carroll imaginou! Pincele-os com o ovo batido. Coloque-os em uma assadeira e asse por 15 minutos ou até que estejam corados. A textura ideal de um scone é leve e macia por dentro e quebradiço por fora. Ainda mornos abra-os ao meio e coloque uma colherada de geléia e MUITO creme por cima. Prepare um chá (sim, tem que ser chá) e deleite-se! Como explicar o que é esta maravilha??

Conte-me o que achou do post:

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s